ABORTO

8 set

ABORTO

 

ABORTO : Interrupção dolosa da gravidez, com expulsão do feto (Dicionário Aurélio)

ABORTO : Expulsão do feto fora do tempo  ( Dicionário Michaelis)

 

O Aborto vem sendo feito há muito tempo, mas, principalmente, depois da metade do século passado, e neste início do século XXI, os casos tem aumentado, devido à permissividade dos costumes.

 

No atual governo federal, foi criada a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, onde se defende, abertamente, o Aborto.

 

Diz, entre outros itens, o seguinte :

 

“A política Nacional para as Mulheres orienta-se pelos seguintes pontos fundamentais :

 

Item 3Autonomia das mulheres – o poder de decisão sobre suas vidas e corpos deve ser assegurado às mulheres assim como as condições de influenciar os acontecimentos em sua comunidade e seu país;”

 

“O Plano na Vida das Mulheres – PNPM ( Plano Nacional de Políticas para as Mulheres) :

 

Há 4 linhas de atuação deste Plano.

 

No item C (Saúde das Mulheres, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos), o objetivo citado no item 2 é: garantir os direitos sexuais reprodutivos das mulheres.”

 

“Quais prioridades ?

 

3promover a atenção obstétrica, qualificada e humanizada, inclusive a assistência ao abortamento em condições inseguras para mulheres e adolescentes, visando reduzir a mortalidade materna, especialmente entre as mulheres negras;

 

6 – revisar a legislação punitiva que trata da interrupção voluntária da gravidez.”

 

Observação: Há um projeto de lei no Congresso Nacional, onde se pretende descriminalizar o aborto ( PL 1135/91)

 

No governo atual, a secretária responsável por esta Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, é defensora da legalização e descriminalização do Aborto,

sendo membro do Grupo de Estudos sobre o Aborto (GEA), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

 

Em uma entrevista, que está na Internet, disse a uma jornalista, que ela fez parte de um grupo em que aprendiam a fazer aborto com aspiração AMIU, isto é, de sucção, onde o feto é retirado  ainda vivo, mas, aos pedaços.

 

Infelizmente, o STJ  aprovou uma lei de aborto de anencéfalos, dando ensejo à aprovação da lei favorável ao aborto, como quer o governo federal.

 

Na Revista Cristã de EspiritismoAno XII – Ed. 107 , o Dr. Ricardo Di Bernardi, escreveu um ótimo artigo, intitulado :

 

Deve-se abortar um anencéfalo ?

 

Segundo o Dr. Ricardo Di Bernardi,

o anencéfalo, embora seja considerado sem cérebro, na realidade é portador de um segmento cerebral, estando faltando regiões do cérebro que impossibilitarão sua sobrevivência pós-parto.”

 

Dr. Ricardo cita um exemplo de um casal espírita que se negou a aceitar a proposta de aborto feita pelo obstetra.

Vou colocar o texto dele, por achá-lo muito conveniente ao tema abordado neste texto.

 

Aliás, não acredito em coincidências e vejo como sendo uma orientação divina, através da leitura deste artigo e com os ensinamentos dos Espíritos, que o Dr. Ricardo nos trouxe ( usando nomes fictícios).

 

“João e Maria eram casados há dois anos. A felicidade havia batido à sua porta. Maria estava grávida. Exultantes, procuraram o médico obstetra para as orientações iniciais.

 

Mil planos ambos estabeleceram. Ao longo dos meses, no entanto, foram surpreendidos, através do estudo ultrassonográfico, da triste notícia de que seu bebê era anencéfalo.

 

Ao serem informados, caíram em prantos ao ouvirem a proposta do obstetra lhes oferecendo o abortamento.

Posicionaram-se contrários, explicando sua visão espírita.

 

– Trata-se de um ser humano que renasce precisando de muito amor e amparo. Nós estaremos com nosso filho até quando nos for permitido.

 

– Mas,  esta criatura não vai viver além de alguns dias ou semanas na incubadora disse o obstetra.

Estamos cientes, mas até lá seremos seus pais.

 

Guardavam, também, secretamente, a esperança de que houvesse algum equívoco de diagnóstico que lhes proporcionasse uma filha saudável.

Durante nove meses dialogaram com seu bebê, intra-útero.

Disseram o quanto o amavam.

Realizaram, semanalmente, a reunião do Evangelho no Lar, solicitando aos mentores a proteção e amparo ao ser que reencarnava.

 

Chegara o grande momento: Em trabalho de parto,  Maria adentra a maternidade com um misto de esperança e angústia.

A criança nasce; o pai, ao ver a filha, sofre profundo impacto emocional tendo uma crise de lipotimia ( perda temporária de consciência devida a má perfusão sanguínea encefálica).

O bebê anencéfalo sobrevive na incubadora com oxigênio,  84 horas. Há um triste retorno ao  lar.

 

Passam-se aproximadamente dois anos do pranteado evento.

João e Maria, trabalhadores do Instituto de Cultura Espírita de sua cidade, frequentavam, na mencionada instituição, a reunião mediúnica quando uma médium em desdobramento consciente informa ao coordenador do grupo :

 

Há um espírito de uma criança que deseja se comunicar.

Que os médiuns facilitem o transe psicofônico para a atendermos, responde o dirigente.

 

Após alguns segundos, uma experiente médium dá a comunicação:

 

Boa noite, meu nome é Shirley.

Venho abraçar papai e mamãe.

 

Quem é seu papai e sua mamãe ?

São aqueles dois – disse apontando João e Maria.

 

Seja bem-vinda, Shirley, muita paz!

Que tens a dizer ?

Quero agradecer a papai e mamãe todo  o  amor que me dedicaram durante a gravidez.

Sim, eu era aquele anencéfalo.

 

Mas, você está linda agora.

Graças às energias de amor recebidas, graças ao Evangelho no Lar, que banharam meu corpo espiritual durante todo aquele tempo.

 

Como se operou esta mudança ?

Tive permissão para esta mensagem pelo alcance que a mesma poderá ter a outras pessoas.

 

Eu possuía meu corpo espiritual muito  doente, deformado pelo meu passado cheio de equívocos.

 

Fui durante nove meses envolvida em luz.

 

Uma verdadeira cromoterapia mental que gradativamente passou a modificar meu corpo astral ( perispírito).

 

Os diálogos que meus pais tiveram comigo foram uma intensa educação pré-natal que muito contribuíram para meu tratamento.

 

Eu expiei, no verdadeiro sentido da palavra.

Expiar é como expirar, colocar para fora o que não é bom.

 

Eu drenei as minhas deformidades perispirituais  para meu corpo físico e fui me libertando das minhas deformidades.

 

Como meus pais foram generosos.

Meu amor por eles será eterno.

 

Por que estás na forma de uma criança, já que te expressas tão inteligentemente ?

Porque estou em preparo para o retorno.

Dizem  meus instrutores que tenho permissão para informar.

 

Meus pais têm o merecimento de saber.

Devo renascer como filha deles, normal, talvez no próximo ano.

 

Após dois anos renasceu Shirley, que hoje é uma linda menina de olhos verdes e cabelos castanhos, espírito suave e encantador.

 

Hebreus 12 : 11Toda disciplina, com efeito, no momento não parece ser motivo de alegria, mas de tristeza;

ao depois, entretanto, produz fruto pacífico aos que têm sido por ela exercitados, fruto de justiça.

 

Consideramos respondida a questão : deve-se abortar um anencéfalo ? “

 

Dr. Ricardo Di Bernardi é presidente do Instituto de Cultura Espírita de Florianópolis, o ICEF.

Para mais informações, acesse: http://www.icef-sc.com.br.

 

Recomendo também os livros do Dr. Ricardo Di Bernardi :

GESTAÇÃO – Sublime Intercâmbio

Flávia Sonhos e Regressões

Amor, Sexo e Vidas Passadas

 

Observação : Os dois últimos livros se referem de maneira romanceada, à história deste casal, relatada acima.

 

Creio que, em vez, de se incentivar a prática do aborto, que é um crime, inclusive na atual legislação, pois todos têm direito à vida, o governo federal deveria ter uma Saúde Pública melhor, onde se ensinasse métodos contraceptivos.

E, uma vez, que acontecesse a gravidez, houvesse uma política pública de acolhimento a esta mãe e a este filho.

 

Agora, vamos, a mais alguns ensinamentos dos Espíritos Superiores  sobre o tema ABORTO :

 

O Livro dos Espíritos – Parte Segunda – Capítulo 7 – Retorno à vida corporal

 

 

União da alma e do corpo.

 

Aborto

 

355 Há, como indica a ciência, crianças que, desde o ventre materno, não têm possibilidades de viver? Qual o objetivo disso?

Isso acontece frequentemente;

a Providência o permite como prova para seus pais ou para o Espírito que está para reencarnar.

 

Observação: Aqui, os Espíritos Superiores já indicam que o aborto de anencéfalos, é crime, perante Deus.

O exemplo já foi mostrado através do relato do Dr. Ricardo Di Bernardi.

 

Atos 14 : 22 –  .. fortalecendo a alma dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé;

e mostrando que, através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus.

 

356 Existem crianças que, nascendo mortas, não foram destinadas à encarnação de um Espírito?

– Sim, há as que nunca tiveram um Espírito destinado para o corpo;

nada devia realizar-se por elas.

É, então, somente pelos pais que essa criança veio.

 

356 a Um ser dessa natureza pode chegar a nascer?

– Sim, algumas vezes;

porém, não vinga, não vive.

 

356 b Toda criança que sobrevive ao nascimento tem, necessariamente, um Espírito encarnado nela?

O que seria sem o Espírito?

Não seria um ser humano.

 

Tiago 2 : 26 – Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.

 

357 Quais são, para o Espírito, as consequências do aborto?

– É uma existência nula que terá de recomeçar.

 

358 O aborto provocado é um crime, qualquer que seja a época da concepção?

Há sempre crime quando se transgride a Lei de Deus.

 

A mãe, ou qualquer outra pessoa, cometerá sempre um crime ao tirar a vida de uma criança antes do seu nascimento, porque é impedir a alma de suportar as provas das quais o corpo devia ser o instrumento.

 

Deuteronômio 5 : 17 – Não matarás.

 

Mateus 5 : 21 – Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento.

 

359 No caso em que a vida da mãe esteja em perigo pelo nascimento do filho, existe crime ao sacrificar a criança para salvar a mãe?

É preferível sacrificar o ser que não existe a sacrificar o que existe.

 

360 É racional ter pelo feto a mesma atenção que se tem pelo corpo de uma criança que tenha vivido?

– Em tudo isso deveis ver a vontade de Deus e Sua obra.

 

Não trateis, portanto, levianamente as coisas que deveis respeitar.

 

Por que não respeitar as obras da Criação, que são incompletas algumas vezes pela vontade do Criador?

 

Isso pertence a seus desígnios, que ninguém é chamado a julgar.

 

No livro Ação e Reação ( página 210 – 211) , o Espírito André Luiz comenta sobre o aborto provocado.

 

“- E o aborto provocado, Assistente ? – inquiriu Hilário, sumamente interessado.

Diante da circunspecção com que sua palavra reveste o assunto, é de se presumir seja ele falta grave…

 

Falta grave ?!

Será melhor dizer doloroso crime.

Arrancar uma criança ao materno seio é infanticídio confesso.

 

Mateus 26 : 52 : Então, Jesus lhe disse: Embainha a tua espada;

pois todos os que lançam mão da espada à espada perecerão.

 

A mulher que o promove ou que venha a coonestar semelhante delito é constrangida, por leis irrevogáveis, a sofrer alterações deprimentes no centro genésico de sua alma, predispondo-se geralmente a dolorosas enfermidades, quais sejam

 

a metrite , o vaginismo, a metralgia, o enfarte uterino, a tumoração cancerosa, flagelos esses com os quais, muitas vezes, desencarna, demandando o Além para responder, perante a Justiça Divina, pelo crime praticado.

 

Jó 4 : 8Segundo eu tenho visto, os que lavram a iniquidade e semeiam o mal, isso mesmo eles segam.

 

É, então, que se reconhece rediviva, mas doente e infeliz, porque, pela incessante recapitulação mental do ato abominável, através do remorso, reterá por tempo longo a degenerescência das forças genitais.”

 

No livro Evolução em Dois Mundos, o Espírito André Luiz, novamente, aborda o tema sobre o Aborto.

No capítulo XIV – Aborto criminoso diz :

 

“Desse modo, segundo o princípio universal do Direito Cósmico a expressar-se, claro, no ensinamento de Jesus que manda conferir “a cada um de acordo com as próprias obras”,

arquivamos em nós as raízes do mal que acalentamos para extirpá-las à custa do esforço próprio, em companhia daqueles que se nos afinem à faixa de culpa, com os quais, perante a Justiça Eterna, os nossos débitos jazem associados.

 

Mateus 16 : 27 – Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras.

 

À face de semelhantes fundamentos, certa romagem na carne, entremeada de créditos e dívidas, pode terminar com aparências de regularidade irrepreensível para a alma que desencarna, sob o apreço dos que lhe comungam a experiência,

seguindo-se de outra em que essa mesma criatura assuma a empreitada do resgate próprio, suportando nos ombros as consequências das culpas contraídas diante de Deus e de si mesma,

a fim de reabilitar-se ante a Harmonia Divina, caminhando, assim, transitoriamente, ao lado de Espíritos incursos em regeneração da mesma espécie.

 

É dessa forma que a mulher e o homem, acumpliciados nas ocorrências do aborto delituoso, mas principalmente a mulher, cujo grau de responsabilidade nas faltas dessa natureza é muito maior, à frente da vida que ela prometeu honrar com nobreza, na maternidade sublime,

desajustam as energias psicossomáticas, com mais penetrante desequilíbrio do centro genésico, implantando nos tecidos da própria alma a sementeira de males que frutescerão, mais tarde, em regime de produção a tempo certo.

 

Romanos 2 : 6 – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento:

 

Isso ocorre não somente porque o remorso se lhes entranhe no ser, à feição de víbora magnética, mas também porque assimilam, inevitavelmente, as vibrações de angústia e desespero e, por vezes, de revolta e vingança dos Espíritos que a Lei lhes reservara para filhos do próprio sangue, na obra de restauração do destino.

 

No homem, o resultado dessas ações aparece, quase sempre, em existência imediata àquela na qual se envolveu em compromissos desse jaez, na forma de moléstias testiculares, disendocrinias diversas, distúrbios mentais, com evidente obsessão por parte de forças invisíveis emanadas de entidades retardatárias que ainda encontram dificuldade para exculpar-lhes a deserção.

 

Nas mulheres, as derivações surgem extremamente mais graves.

 

O aborto provocado, sem necessidade terapêutica, revela-se matematicamente seguido por choques traumáticos no corpo espiritual, tantas vezes quantas se repetir o delito de lesa-maternidade,

 

mergulhando as mulheres que o perpetram em angústias indefiníveis, além da morte, de vez que, por mais extensa se lhes façam as gratificações e os obséquios dos Espíritos Amigos e Benfeitores que lhes recordam as qualidades moralmente em si mesmas, com o centro genésico desordenado e infeliz, assim como alguém indebitamente admitido num festim brilhante, carregando uma chaga que a todo instante se denuncia.”

 

André Luiz, ainda se estende no relato das consequências físicas que ocorrem nos corpos das mulheres que provocam o aborto, não esquecendo de salientar ainda, ” o caráter doloroso dos efeitos espirituais do aborto criminoso, para os ginecologistas e obstetras delinquentes.

 

E, continua o texto de André Luiz :

 

” Para melhorar a própria situação, que deve fazer a mulher que se reconhece, na atualidade,  com dívidas no aborto provocado, antecipando-se, desde agora, no trabalho da sua própria melhoria moral, antes que a próxima existência lhe imponha as aflições regenerativas?

 

Sabemos que é possível renovar o destino todos os dias.

 

Quem ontem abandonou os próprios filhos pode hoje afeiçoar-se aos filhos alheios, necessitados de carinho e abnegação.

 

O próprio Evangelho do Senhor, na palavra do Apóstolo Pedro, adverte-nos quanto à necessidade de cultivarmos ardente caridade uns para com os outros, porque a caridade cobre a multidão de nossos males.”

 

I Pedro 4 : 8 – Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados.

 

No livro Luz no Lar, Chico Xavier psicografou textos de diversos Espíritos.

 

Entre eles, temos um texto escrito pelo Espírito Emmanuel, no capítulo 19 :

 

Aborto Delituoso

 

“Comovemo-nos, habitualmente, diante das grandes tragédias que agitam a opinião.

 

Homicídios que convulsionam a imprensa e mobilizam largas equipes policiais………

 

Furtos espetaculares que inspiram vastas medidas de vigilância………..

 

Assassínios, conflitos, ludíbrios e assaltos de todos jaezes criam a guerra de nervos, em toda a parte;

e, para coibir semelhantes fecundações de ignorância e delinquência, erguem-se cárceres e fundem-se algemas, organiza-se o trabalho forçado e em alguma nações a própria lapidação de infelizes é praticada na rua, sem qualquer laivo de compaixão.

 

Todavia, um crime existe mais doloroso, pela volúpia de crueldade com que é praticado, no silêncio do santuário doméstico ou no regaço da Natureza….

 

Crime estarrecedor, porque a vítima não tem voz para suplicar piedade e nem braços robustos com que se confie aos movimentos da reação.

 

Referimo-nos ao aborto delituoso, em que pais inconscientes determinam a morte dos próprios filhos, asfixiando-lhes a existência antes que possam sorrir para a bênção da luz.

 

Homens da Terra, e sobretudo vós, corações maternos chamados à exaltação do amor e da vida, abstende-vos de semelhante ação que vos desequilibra a alma e entenebrece o caminho!

 

Fugi do satânico propósito de sufocar os rebentos do próprio seio, porque os anjos tenros que rechaçais são mensageiros da Providência, assomando no lar em vosso próprio socorro, 

 

e, se não há legislação humana que vos assinale a torpitude do infanticídio, nos recintos familiares ou na sombra da noite,

 

os olhos divinos de nosso Pai vos contemplam do Céu, chamando-vos, em silêncio, às provas do reajuste, a fim de que se vos expurgue da consciência a falta indesculpável que perpetrastes.”

 

Gálatas 6 : 7 – Não vos enganeis: de Deus não se zomba;

pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.

 

Observação : Sugiro a leitura dos Posts sobre Justiça das Aflições; Causas Atuais das Aflições ; Causas Anteriores das Aflições.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: