DA CRIAÇÃO – Formação dos mundos ; Formação dos seres vivos

26 fev

DA CRIAÇÃO

 

O Livro dos EspíritosCapítulo IIIDA CRIAÇÃO.

 

Antes de começar este Post, gostaria de salientar a sabedoria dos Espíritos que responderam às questões abaixo .

 

O Livro dos Espíritos foi escrito em 1857 e, já neste livro , eles nos falavam sucintamente sobre o Universo e a formação dos mundos.

No livro A Gênese, os estudos foram aprofundados.

 

Nos dias atuais, a Ciência vem comprovando cada vez mais, o que os Espíritos já nos ensinavam no século XIX.

 

Hebreus  1 : 14  –  Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação?

 

Hebreus  2 : 1 – 4

Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos.

Se, pois, se tornou firme a palavra falada por meio de anjos, e toda transgressão ou desobediência recebeu justo castigo,

como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;

dando Deus testemunho juntamente com eles, por sinais, prodígios e vários milagres e por distribuições do Espírito Santo, segundo a sua vontade.

 

 

Formação dos mundos

 

O universo abrange a infinidade dos mundos que vemos e aqueles que não vemos, todos os seres animados e inanimados, todos os astros que se movem no espaço e os fluidos que o preenchem.

 

37 O universo foi criado ou existe desde toda a eternidade, como Deus?

– Sem dúvida, ele não se fez a si mesmo.

Se existisse de toda a eternidade, como Deus, não poderia ser obra de Deus.

 

A razão nos diz que o universo não se fez por si só e que, não podendo ser obra do acaso, deve ser obra de Deus.

 

38 Como Deus criou o universo?

Para me servir de uma expressão usual: pela Sua vontade.

Nada revela melhor essa vontade Todo-poderosa do que estas belas palavras da Gênese: “E Deus disse: ‘Que se faça a luz’. E a luz se fez.”

 

Gênesis  1 : 3 –  Disse Deus: Haja luz; e houve luz.

Hebreus  11 : 3 –  Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem.

 

39 Poderemos conhecer o modo da formação dos mundos?

– Tudo o que se pode dizer e o que podeis compreender é que os mundos se formam pela condensação da matéria espalhada no espaço.

 

Observação : Há um estudo muito bom sobre Condensação da Matéria feito pelo Grupo TCFMC

Como é longo, vou colocar o endereço :

https://sites.google.com/site/grupotcfmc/home/fisica-da-materia-condensada

 

40 Os cometas seriam, como se pensa atualmente, um começo da condensação da matéria, mundos em processo de formação?

Isso é exato, mas o absurdo é acreditar na influência deles.

Quero dizer, na influência que lhes é atribuída vulgarmente, porque todos os corpos celestes influem em certos fenômenos físicos.

 

41 Um mundo completamente formado pode desaparecer e a matéria que o compõe ser espalhada de novo no espaço?

Sim, Deus renova os mundos como renova os seres vivos.

 

Exemplo :

 

Galáxias em colisão

 

http://www.on.br/ead_2013/site/conteudo/cap28-galaxias_colisao/colisao.pdf

 

Embora o Universo pareça ser muito vazio e as galáxias estejam a distâncias imensas uma das outras, processos de colisão entre galáxias ocorrem tanto nas nossas vizinhanças como em partes bastante distantes do Universo.

 

As galáxias grandes, tais como a nossa própria galáxia, frequentemente colidem com alguma galáxia vizinha pertencente ao mesmo aglomerado de galáxias.

Na maior parte dos casos a colisão se dá entre uma galáxia de grande tamanho e uma galáxia “anã”. O resultado disso é que a galáxia grande “engole” a outra, incorporando-a à sua estrutura.

Algumas vezes pode ocorrer a colisão entre duas galáxias grandes. Neste caso elas se fundem e formam uma única galáxia elíptica.

 

É claro que a colisão entre duas galáxias, grandes ou pequenas, provoca uma intensa formação de estrelas, devido às ondas de densidade que percorrem o sistema durante e após a fusão delas.

 

Apesar de ser uma “colisão”, é provável que nenhuma estrela nas duas galáxias colida diretamente. No entanto, o gás, a poeira e seus campos magnéticos interagem bem diretamente.

No entanto, é bom que fique claro que o processo de colisão “frequente” entre duas galáxias é muitíssimo mais lento do que as colisões a que estamos acostumados.

Por exemplo, o processo de colisão entre duas galáxias grandes leva cerca de 1 bilhão de anos!

 

Se o processo é tão lento, como podemos estudar as colisões entre galáxias?

Já que não podemos sentar e assistir uma colisão entre galáxias o que temos que fazer é estudar as colisões que estão acontecendo.

Os astrofísicos estudam com atenção as regiões onde esta interação parece estar provocando fenômenos que podem ser detectados pelos seus equipamentos, na Terra ou em satélites.

 

Uma grande possibilidade é estudar estas colisões na região espectral do ultravioleta, uma vez que as estrelas que se formam durante a colisão são gigantescas, muito quentes, e emitem muita radiação ultravioleta.

Outro processo de estudar a colisão entre galáxias é por meio de simulações destas colisões feitas em computadores.

 

Hubble registra colisão das galáxias Antennae

 

Na imagem, as galáxias estão “abraçadas” em um choque tão violento que estrelas foram arrancadas e formaram um arco entre as duas.

As Antennae já foram galáxias espirais normais como a Via Láctea, mas passaram as últimas centenas de milhões de anos “brigando” uma com a outra.

 

De acordo com a Nasa, essa nova imagem mostra óbvios sinais de caos.

Nuvens de gás são vistas em rosa e vermelho, ao redor das regiões mais claras e azuis onde as estrelas se formam.

 

A taxa de formação de estrelas é tão grande que diz-se que as galáxias estão em um estado de starburst, período em que todo o gás dentro delas está sendo usado para formar estrelas.

Eventualmente, os núcleos das duas vão se unir e elas se transformarão em uma grande galáxia elíptica.

 

A foto foi publicada no perfil oficial da Nasa no Instagram, criado em setembro. – See more at: http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2013/11/25/hubble-registra-colisao-das-galaxias-antennae/#sthash.55c16KZt.dpuf

http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2013/11/25/hubble-registra-colisao-das-galaxias-antennae/


Observação : Gostaria de colocar a foto, mas não consegui repassá-la do Word.

 

42 Podemos saber o tempo de duração da formação dos mundos, da Terra, por exemplo?

– Não posso te dizer, somente o Criador sabe, e bem louco seria quem pretendesse saber ou conhecer o número dos séculos dessa formação.

 

Mateus  24 : 36 –  Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai.

 

Formação dos seres vivos

 

43 Quando a Terra começou a ser povoada?

– No início tudo era o caos, os elementos estavam desordenados.

Pouco a pouco, cada coisa tomou seu lugar.

Então apareceram os seres vivos apropriados ao estado do globo.

 

Gênesis 1 : 2 –  A terra, porém, estava sem forma e vazia;

havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.

 

44 De onde vieram os seres vivos da Terra?

A Terra continha os germes que aguardavam o momento favorável para se desenvolverem.

Os princípios orgânicos se agregaram desde que cessou a força que os mantinha separados, e eles formaram os germes de todos os seres vivos.

 

Aqueles germes ficaram em estado latente, de inércia, como a crisálida e as sementes das plantas, até chegar o momento propício para o aparecimento de cada espécie.

Então os seres de cada espécie se reuniram e se multiplicaram.

 

45 Onde estavam os elementos orgânicos antes da formação da Terra?

– Eles se encontravam, por assim dizer, no estado de fluido no espaço, no meio dos Espíritos, ou em outros planetas, à espera da criação da Terra para começar uma nova existência em um novo globo.

 

A química nos mostra as moléculas dos corpos inorgânicos se unindo para formar cristais de uma regularidade constante, segundo cada espécie, desde que se encontrem nas condições adequadas.

A menor alteração dessas condições basta para impedir a reunião dos elementos ou, pelo menos, mudar a disposição regular que constitui o cristal.

 

Por que não ocorreria o mesmo com os elementos orgânicos?

 

Conservamos durante anos sementes de plantas e de animais que somente se desenvolvem a uma temperatura certa e em ambiente propício;

vimos grãos de trigo germinar depois de muitos séculos.

 

Há, portanto, nessas sementes, um princípio latente da vitalidade que apenas espera uma circunstância favorável para se desenvolver.

 

O que se passa diariamente sob nossos olhos não pode também ter existido desde a origem do globo?

 

Essa formação dos seres vivos partindo do caos pela força da própria natureza diminui em alguma coisa a grandeza de Deus?

 

Longe disso: responde melhor à ideia que fazemos de Seu poder se exercendo sobre mundos infinitos pela ação de leis eternas.

 

Esta teoria não resolve, é verdade, a questão da origem dos elementos vitais;

mas Deus tem seus mistérios e colocou limites às nossas investigações.

 

46 Ainda há seres que nascem espontaneamente?

– Sim. Mas o germe primitivo já existia em estado latente.

Todos os dias vós mesmos sois testemunhas desse fenômeno.

 

Não dormitam, em estado latente, tanto no homem quanto no animal, bilhões de germes de uma multidão de vermes aguardando o momento de despertar para iniciarem a putrefação que vai provocar a decomposição cadavérica indispensável à sua existência?

Este é um pequeno mundo que dorme e se cria.

 

47 A espécie humana se encontrava entre os elementos orgânicos contidos no globo terrestre?

– Sim, e veio a seu tempo.

Foi o que levou a dizer que o homem foi formado do limo da Terra.

 

48 Podemos conhecer a época do aparecimento do homem e de outros seres vivos sobre a Terra?

– Não, todos os vossos cálculos são hipotéticos, suposições.

 

49 Se o germe da espécie humana se encontrava entre os elementos orgânicos do globo, por que não se formam mais espontaneamente os homens, como na sua origem?

O princípio das coisas está nos segredos de Deus.

Entretanto, pode-se dizer que os homens, uma vez espalhados pela Terra, absorveram os elementos necessários para a própria formação da espécie, para transmiti-los de acordo com as leis da reprodução.

Ocorreu o mesmo com as diferentes espécies de seres vivos.

 

 

Observação : Na Bíblia, onde está escrito DIA, ao se estudar pelos strongs, da Bíblia on line, veremos que também pode ser entendido como uma divisão de tempo, período (geral).

 

Então, pode-se entender,  e confirmar ,o que os estudos geológicos nos mostram sobre a formação da Terra.

 

Gênesis  2 : 2 –  E, havendo Deus <0430> terminado <03615> (8762) no dia <03117> sétimo <07637> a sua obra <04399>, que fizera <06213> (8804), descansou <07673> (8799) nesse dia <03117> de toda a sua obra <04399> que tinha feito <06213> (8804).

 

03117 Mwy yowm

como uma divisão de tempo

período (geral)

referências temporais

 

Observação 2  : Esse versículo também tem outra palavra mal traduzida :

 

descansou <07673>  tbv shabath

fazer parar, terminar

 

Isto é, Deus terminou o seu trabalho, através do seu exército de anjos.

 

Gênesis  2 : 1  –  Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército.

Assim, pois, foram acabados <03615> (8792) os céus <08064> e a terra <0776> e todo o seu exército <06635>.

 

06635 abu tsaba’ ou (fem.)  habu ts@ba’ah

exército (de anjos)

 

Deus não descansa.

 

João  5 : 17  –  Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: