Leis Morais – O BEM E O MAL – As diferentes posições sociais criam necessidades novas que não são as mesmas para todos os homens.

31 out

Leis Morais – O BEM E O MAL – As diferentes posições sociais criam necessidades novas que não são as mesmas para todos os homens.

Leis MoraisLei Divina ou NaturalO BEM E O MALLEitem 635

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraCapítulo ILeis MoraisLei Divina ou NaturalO BEM E O MALitem 635.

 

O BEM E O MAL

 

635 As diferentes posições sociais criam necessidades novas que não são as mesmas para todos os homens.

A lei natural parece, assim, não ser uma regra uniforme?

Essas diferentes posições estão na natureza da vida do homem e de conformidade com a lei do progresso.

Isso não invalida a unidade da lei natural que se aplica a tudo.

 

 

☼ As condições de existência do homem mudam de acordo com os tempos e os lugares, o que resulta para ele em necessidades diferentes e posições sociais apropriadas a essas necessidades.

 

Porém, essa diversidade está na ordem das coisas, está conforme a lei de Deus e é una, quanto ao seu princípio.

Cabe à razão distinguir as necessidades reais das necessidades artificiais ou convencionais.

 

 

Livro : O Evangelho segundo o EspiritismoCapítulo XVIISEDE PERFEITOSItem 9.

 

OS SUPERIORES E OS INFERIORES

9. A autoridade, tanto quanto a riqueza, é uma delegação de que terá de prestar contas aquele que se ache dela investido.

 

II Coríntios 5 : 10Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.

 

Não julgueis que lhe seja ela conferida para lhe proporcionar o vão prazer de mandar;

nem, conforme o supõe a maioria dos potentados da Terra, como um direito, uma propriedade.

Potentado : Pessoa muito influente e/ou poderosa

 

Deus, aliás, lhes prova constantemente que não é nem uma nem outra coisa, pois que deles a retira quando lhe apraz.

Se fosse um privilégio inerente às suas personalidades, seria inalienável.

 

A ninguém cabe dizer que uma coisa lhe pertence, quando lhe pode ser tirada sem seu consentimento.

 

Deus confere a autoridade a título de missão, ou de prova, quando o entende, e a retira quando julga conveniente.

 

Salmos 49 : 16 – 17

16  Não temas, quando alguém se enriquecer, quando avultar a glória de sua casa;

17  pois, em morrendo, nada levará consigo, a sua glória não o acompanhará.

 

 

Quem quer que seja depositário de autoridade, seja qual for a sua extensão, desde a do senhor sobre o seu servo, até a do soberano sobre o seu povo, não deve olvidar que tem almas a seu cargo;

 

que responderá pela boa ou má diretriz que dê aos seus subordinados e que sobre ele recairão as faltas que estes cometam, os vícios a que sejam arrastados em consequência dessa diretriz ou dos maus exemplos, do mesmo modo que colherá os frutos da solicitude que empregar para os conduzir ao bem.

 

 

Eclesiastes 12: 14 – Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más.

 

Romanos 2: 6 – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento:

 

Efésios 6 : 9 – E vós, senhores, de igual modo procedei para com eles, deixando as ameaças, sabendo que o Senhor, tanto deles como vosso, está nos céus e que para com ele não há acepção de pessoas.

 

Colossenses 4 : 1 –  Senhores, tratai os servos com justiça e com equidade, certos de que também vós tendes Senhor no céu.

 

 

Todo homem tem na Terra uma missão, grande ou pequena;

qualquer que ela seja, sempre lhe é dada para o bem;

falseá-la em seu princípio é, pois, falir ao seu desempenho.

 

Assim como pergunta ao rico: “Que fizeste da riqueza que nas tuas mãos devera ser um manancial a espalhar a fecundidade ao teu derredor”,

também Deus inquirirá daquele que disponha de alguma autoridade: “Que uso fizeste dessa autoridade?

Que males evitaste?

Que progresso facultaste?

 

Se te dei subordinados, não foi para que os fizesses escravos da tua vontade, nem instrumentos dóceis aos teus caprichos ou à tua cupidez;

fiz-te forte e confiei-te os que eram fracos, para que os amparasses e ajudasses a subir ao meu seio.”

 

O superior, que se ache compenetrado das palavras do Cristo, a nenhum despreza dos que lhe estejam submetidos, porque sabe que as distinções sociais não prevalecem às vistas de Deus.

 

Romanos 12 : 16 – Tende o mesmo sentimento uns para com os outros;

em lugar de serdes orgulhosos, condescendei com o que é humilde;

não sejais sábios aos vossos próprios olhos

 

 

Ensina-lhe o Espiritismo que, se eles hoje lhe obedecem, talvez já lhe tenham dado ordens, ou poderão dar-lhas mais tarde, e que ele então será tratado conforme os haja tratado, quando sobre eles exercia autoridade.

 

Mas, se o superior tem deveres a cumprir, o inferior, de seu lado, também os tem e não menos sagrados.

 

Se for espírita, sua consciência ainda mais imperiosamente lhe dirá que não pode considerar-se dispensado de cumpri-los, nem mesmo quando o seu chefe deixe de dar cumprimento aos que lhe correm, porquanto sabe muito bem não ser lícito retribuir o mal com o mal e que as faltas de uns não justificam as de outrem.

 

Efésios 6 : 6 – 8

não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus;

 

servindo de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens,

 

certos de que cada um, se fizer alguma coisa boa, receberá isso outra vez do Senhor, quer seja servo, quer livre.

 

Romanos 12 : 17 – 18

17  Não torneis a ninguém mal por mal;

esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens;

 

18  se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens;

 

 

Se a sua posição lhe acarreta sofrimentos, reconhecerá que sem dúvida os mereceu, porque, provavelmente, abusou outrora da autoridade que tinha, cabendo-lhe, portanto, experimentar a seu turno o que fizera sofressem os outros.

 

Se, se vê forçado a suportar essa posição, por não encontrar outra melhor, o Espiritismo lhe ensina a resignar-se, como constituindo isso uma prova para a sua humildade, necessária ao seu adiantamento.

 

I Pedro 2 : 18 – 20

18  Servos, sede submissos, com todo o temor ao vosso senhor, não somente se for bom e cordato, mas também ao perverso;

 

19  porque isto é grato, que alguém suporte tristezas, sofrendo injustamente, por motivo de sua consciência para com Deus.

 

20  Pois que glória há, se, pecando e sendo esbofeteados por isso, o suportais com paciência?

Se, entretanto, quando praticais o bem, sois igualmente afligidos e o suportais com paciência, isto é grato a Deus.

 

 

Sua crença lhe orienta a conduta e o induz a proceder como quereria que seus subordinados procedessem para com ele, caso fosse o chefe.

 

Lucas 6 : 31Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.

 

 

Por isso mesmo, mais escrupuloso se mostra no cumprimento de suas obrigações, pois compreende que toda negligência no trabalho que lhe está determinado redunda em prejuízo para aquele que o remunera e a quem deve ele o seu tempo e os seus esforços.

 

Tito 2 : 9 – Quanto aos servos, que sejam, em tudo, obedientes ao seu senhor, dando-lhe motivo de satisfação; não sejam respondões,

 

 

Numa palavra: solicita-o o sentimento do dever, oriundo da sua fé, e a certeza de que todo afastamento do caminho reto implica uma dívida que, cedo ou tarde, terá de pagar.François-Nicolas-Madeleine, Cardeal Morlot. (Paris, 1863.)

 

Lucas 12 : 58 –  59 :

58  Quando fores com o teu adversário ao magistrado, esforça-te para te livrares desse adversário no caminho;

para que não suceda que ele te arraste ao juiz, o juiz te entregue ao meirinho e o meirinho te recolha à prisão.

Digo-te que não sairás dali enquanto não pagares o último centavo.

 
Livro : Filosofia Espírita –  Capítulo 23Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 635

 

635/LE

 

DAS DIFERENTES POSIÇÕES

 

As diferentes posições sociais dos homens não significam que as leis de Deus são mutáveis;

pelo contrário, elas são imutáveis em todas as direções onde são reconhecidas.

 

Hebreus 6 : 17 – Por isso, Deus, quando quis mostrar mais firmemente aos herdeiros da promessa a imutabilidade do seu propósito, se interpôs com juramento,…

 

O que podemos observar ante as diferenças sociais, que existem e existiram em todos os tempos, é a força do progresso, que não está sob o controle humano, mas é ordem de Deus, o Ser Supremo que não pede opinião aos homens sobre o que deve fazer em favor dos homens.

 

As posições variadas dos seres e das coisas não tornam as leis fora da unidade universal; 

é falta de visão espiritual das almas em estado de despertamento espiritual.

 

Em toda a fase de ignorância, os seres humanos desejaram mudar as leis de Deus pelas suas, que são cópias mal feitas das de Deus, no entanto, nada, conseguiram, por serem as leis humanas transitórias, não suportando o tempo, modificador comum das coisas variáveis.

 

 

As condições da existência dos seres humanos mudam com o passar dos evos, (duração sem fim; eternidade) porque suas qualidades vão se despertando em ritmo lento, na suavidade da lei divina.

 

Compreendemos, pois, que a vida não violenta;

ela, na sua estrutura, se expressa na gradatividade que se chama, em todos os mundos, harmonia, ou, como queiram, amor.

 

Eis em que resultam, para todas as criaturas de Deus, as mudanças, que são necessárias para que a vida entre em equilíbrio espiritual.

São as constantes operações, mudanças sempre para o melhor.

 

Se Deus é uno e perfeito, tudo o que Ele faz tem a marca da perfeição espiritual.

Nada se encontra fora do seu verdadeiro lugar;

tudo está certo, tudo é perfeito na ordem do Universo.

 

Compete aos Espíritos, encarnados e desencarnados, estudar e observar as leis que regulam a vida, as leis que são perfeitas e eternas como o Criador delas.

Se encontras coisas que te parecem o mal, fora da ordem do Universo, é para dar um motivo às almas de trilharem nos caminhos de luz.

 

Tiago 2 : 8 – 12

Se vós, contudo, observais a lei régia segundo a Escritura: Amarás o teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem;

se, todavia, fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo arguidos pela lei como transgressores.

 

10  Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos.

11  Porquanto, aquele que disse: Não adulterarás também ordenou: Não matarás. Ora, se não adulteras, porém matas, vens a ser transgressor da lei.

 

12  Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade.

 

 

A dualidade das coisas é lição, para que possas operar as escolhas usando o livre arbítrio.

 

Romanos 14: 12 – Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.

 

 

Deves fazer sucessivas buscas em todas as direções, porque é buscando e analisando que encontrarás a verdade.

 

João 14 : 6 – Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

 

João 8 : 31 – 32

31  Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos;

 

32  e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

 

 

Ela está ao alcance das tuas mãos, mas não te procura;

espera que os teus esforços vão ao teu encontro, para sentires a alegria e valorizar teus esforços no “buscai e achareis”.

 

Mateus 11 : 12 – Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.

 

Lucas 16 : 16 – A Lei e os Profetas vigoraram até João;

desde esse tempo, vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem se esforça por entrar nele.

 

Mateus 7 : 7 – 8

Pedi, e dar-se-vos-á;

buscai e achareis;

batei, e abrir-se-vos-á.

 

Pois todo o que pede recebe;

o que busca encontra;

e, a quem bate, abrir-se-lhe-á.

 

 

Tudo na criação se mostra com diferenças entre si, nos seus mínimos traços.

Isto evidencia a inteligência de Deus.

 

Provérbios 3 : 19 – O SENHOR com sabedoria fundou a terra, com inteligência estabeleceu os céus.

 

 

Até o que falas agora, nunca mais repetirás nas mesmas vibrações sonoras e gamas energéticas.

Não obstante, as leis que regulam tudo são imutáveis na unidade de Deus.

 

Deus é doador divino, que nos dá de tudo e nada nos pede em troca.

Nós, pela maturidade, é que reconhecemos a Sua paternidade e passamos a respeitar as Suas leis, como retribuição que podemos dar ao Criador, demonstrando reconhecer a Sua bondade para com os Seus filhos.

Dá a quem te pedir; e se alguém levar o que é teu, não entre em demanda. (Lucas 6 : 30)

 

 

Não existe egoísmo nas coisas de Deus.

Sendo tudo d’Ele, por que nós, os Espíritos, é que vamos querer somente para nós, se a felicidade não pode existir somente para uns ?

Como podes amar, se  não existe quem te ame igualmente ?

 

É por isso que todo o Universo se encontra em ordem;

porque Deus deu todo Seu amor para todas as criaturas, sem exceção.

Façamos o mesmo e seremos felizes, dentro da felicidade do Criador.

 

Mateus 22 : 36 – 40

36  Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

37  Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

38  Este é o grande e primeiro mandamento.

 

39  O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

 

40  Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

 

João 15 : 9 – 10

Como o Pai me amou, também eu vos amei;

permanecei no meu amor.

 

10  Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor;

assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço.

 

 

João 15 : 17 – Isto vos mando:

que vos ameis uns aos outros.

 

I Pedro 4 : 8 – Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados.

 

I João 4 : 7 – 8

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus;

e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

 

Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: