LEIS MORAIS – LEI DA ADORAÇÃO – 662 – A PRECE – É válido orar para outra pessoa?

13 dez

LEIS MORAISLEI DA ADORAÇÃO662A PRECEÉ válido orar para outra pessoa?

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IILei da AdoraçãoA PRECEitem 662.

 

662 É válido orar para outra pessoa?

O Espírito daquele que ora age pela sua vontade de fazer o bem.

Pela prece, atrai bons Espíritos que se associam ao bem que quer fazer.

 

I Samuel 1 : 26 – 27

26  E disse ela: Ah! Meu senhor, tão certo como vives, eu sou aquela mulher que aqui esteve contigo, orando ao SENHOR.

 

27  Por este menino orava eu;

e o SENHOR me concedeu a petição que eu lhe fizera.

 

 

Colossenses 1 : 3 – Damos sempre graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, quando oramos por vós,

 

Colossenses 1 : 9 – 12

Por esta razão, também nós, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que transbordeis de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual;

 

10  a fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus;

 

11  sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e longanimidade;

com alegria,

12  dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz.

 

 

Possuímos, em nós mesmos, pelo pensamento e pela vontade, um poder de ação que se estende além dos limites de nossa esfera corporal.

 

Filipenses 4 : 8 – 9

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

 

O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai;

e o Deus da paz será convosco.

 

 

A prece em favor de outras pessoas é um ato dessa vontade.

Se for ardente e sincera, pode chamar os bons Espíritos para ajudar aquele por quem oramos, a fim de lhe sugerir bons pensamentos e lhe dar ao corpo e à alma a força de que tem necessidade.

 

Romanos 8 : 26 – Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza;

porque não sabemos orar como convém,

mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.

 

 

Mas a prece do coração é tudo, a dos lábios não é nada.

 

Mateus 6 : 7 – E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios;

porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

 

 

Livro : O Evangelho segundo o EspiritismoCapítulo XXVIIIColetânea de Preces EspíritasIII. Preces pelos outrosPelos que estão em afliçãoitem 42Prefácio.

 

42. PREFÁCIO.

Se é do interesse do aflito que a sua prova prossiga, ela não será abreviada a nosso pedido.

Mas fora ato de impiedade desanimarmos por não ter sido satisfeita a nossa súplica.

Aliás, em falta de cessação da prova, podemos esperar alguma outra consolação que lhe mitigue o amargor.

O que de mais necessário há para aquele que se acha aflito, são a resignação e a coragem, sem as quais não lhe será possível sofrê-la com proveito para si, porque terá de recomeçá-la.

 

Parábola do Semeador

Lucas 8 : 6 – Outra caiu sobre a pedra;

e, tendo crescido, secou por falta de umidade.

 

Lucas 8 : 13 – A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria;

estes não têm raiz, creem apenas por algum tempo e, na hora da provação, se desviam.

 

É, pois, para esse objetivo que nos cumpre, sobretudo, orientar os nossos esforços,

quer pedindo lhe venham em auxílio os bons Espíritos,

quer levantando-lhe o moral por meio de conselhos e encorajamentos,

quer, enfim, assistindo-o materialmente, se for possível.

 

Atos 14 : 22 – fortalecendo a alma dos discípulos, exortando-os a permanecer firmes na fé;

e mostrando que, através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus.

 

I Tessalonicenses 3 : 13 – E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.

 

 

A prece, neste caso, pode também ter efeito direto, dirigindo, sobre a pessoa por quem é feita, uma corrente fluídica com o intento de lhe fortalecer o moral.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIII –  Capítulo 50Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 662.

 

662/LE

 

ORAR POR OUTREM

 

O que já escrevemos atrás não tira o estímulo de quem queira orar pelos que sofrem.

Orar é um ato de amor, mas, se queres beneficiar realmente o irmão que padece, procura orar com amor, com a prece ardente,

de modo que o pensamento sirva de canal para que as bênçãos de Deus possam aliviar o enfermo ou atribulado.

 

Mateus 21 : 22 – e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.

 

No entanto, o sofredor deve estar consciente das suas provas e alimentar a fé, de modo que essa fé corresponda ao que disse Jesus aos inúmeros enfermos que ele curou : A tua fé te curou.

 

Mateus 9 : 20 – 22

20  E eis que uma mulher, que durante doze anos vinha padecendo de uma hemorragia, veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste;

21  porque dizia consigo mesma: Se eu apenas lhe tocar a veste, ficarei curada.

 

22  E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse:

Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou.

E, desde aquele instante, a mulher ficou sã.

 

 

Não só podes, mas deves orar pelos que sofrem, se possível todos os dias,

não somente porque podes curar ou aliviar aos que padecem,

mas, e principalmente, porque é um exercício de amor, que praticas em teu próprio benefício.

 

I Tessalonicenses 5 : 17 – 18

17  Orai sem cessar.

18  Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

 

 

Mesmo que o enfermo não tenha fé e não saiba que alguém está pedindo a Deus por ele, será bafejado pela luz da oração sincera, e sentirá um conforto que ele próprio não saberá de onde veio.

Isto é Deus operando com o seu amor para ajudar aos Seus filhos em todas as dimensões da vida em que estagiam.

Nós temos grande empenho em que todos os enfermos conheçam Jesus, enfim, que toda a humanidade o conheça, porque o Mestre é o Governador da Terra; nada se faz nela sem que Ele não saiba e decida.

Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. (João 1: 3)

 

João 1 : 34 – Pois eu, de fato, vi e tenho testificado que ele é o Filho de Deus.

 

 

Se tudo o que usamos, em todas as faixas em que vivemos, tem Seu traço de amor, o nosso dever é ser grato a essa Luz, que antes que o mundo fosse, já era.

 

João 8 : 12 – De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo;

quem me segue não andará nas trevas;

pelo contrário, terá a luz da vida.

 

João 17 : 24 – Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste,

porque me amaste antes da fundação do mundo.

 

 

Orar pelos que sofrem é nosso dever.

 

Romanos 12 : 12 – regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes;

 

Tiago 5 : 13 –  Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração.

Está alguém alegre? Cante louvores.

 

 

A luz da oração, chegando aos corações sofredores, pode fazer muito, podendo lembrar ao enfermo que ele deve acordar para as coisas espirituais.

 

I Coríntios 14 : 1 – Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas principalmente que profetizeis.

 

Gálatas 6 : 1 – 2

Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura;

e guarda-te para que não sejas também tentado.

 

Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo.

 

 

É certo que, depois de Deus, somente ele pode fazer alguma coisa por si mesmo; no entanto, uma ajudazinha todos podem dar.

Quando alguém dorme, mesmo que seja um sono profundo, pode-se acordá-lo, chamando-o mas, a decisão de permanecer acordado é dele.

Depois de Deus, pela força da caridade, somente nós mesmos poderemos nos salvar.

 

Mateus 25 : 37 – 40

37  Então, perguntarão os justos:

Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer?

Ou com sede e te demos de beber?

 

38  E quando te vimos forasteiro e te hospedamos?

Ou nu e te vestimos?

 

39  E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar?

 

40  O Rei, respondendo, lhes dirá:

Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

 

 

As decisões se movem pelo livre arbítrio, para que a conquista seja de quem trabalhou para a sua própria paz.

 

Romanos 14 : 12 – Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.

 

II Coríntios 5 : 10 – Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo,

para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.

 

 

Quem deseja orar pelos que sofrem, que aprenda a orar com sinceridade, sem interesse que o leve à perturbação.

Esse ato deve ser com amor.

 

Mateus 6 : 5 – 8

E, quando orardes, não sereis como os hipócritas;

porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens.

Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa.

 

Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto;

e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

 

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios;

porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

 

Não vos assemelheis, pois, a eles;

porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.

 

 

Somente quem ganha na purificação dos sentimentos é quem trabalhou para a sua elevação espiritual.

Nada se perde;

portanto, faze alguma coisa por ti mesmo,

mudando a corrente dos teus pensamentos, palavras e atos.

 

 

II Coríntios 5 : 17 – E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura;

as coisas antigas já passaram;

eis que se fizeram novas.

 

 

Efésios 4 : 22 – 24

22  no sentido de que, quanto ao trato passado,

vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano,

 

23  e vos renoveis no espírito do vosso entendimento,

 

24  e vos revistais do novo homem,

criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.

 

 

Colossenses 3 : 9 – 15

Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos

10  e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;

 

11  no qual não pode haver grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, escravo, livre;

porém Cristo é tudo em todos.

 

12  Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados,

de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.

 

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

 

15  Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo;

e sede agradecidos.

 

 

A posição de orar, que muitos perguntam, és tu quem escolhes;

o que é observado é o que passa pelo teu coração, ante o ponto que escolheste para ser beneficiado.

Não é a posição que faz a prece mais ou menos elevada;

os sentimentos é que são levados em conta.

 

Marcos 11 : 24 – 26

24  Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes,

crede que recebestes, e será assim convosco.

 

25  E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.

 

26  Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.

 

 

Quanto mais livre das coisas materiais, mais liberta fica a corrente mental, e busca mais assistência na sintonia dos benfeitores da eternidade.

Os Espíritos superiores sempre atendem aos chamados honestos.

 

Quando apenas os lábios falam, sem nada do coração, esses sons se perdem, ou o vento os leva, por não terem a direção do amor.

 

Mateus 6 : 7 – E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios;

porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

 

 

Todos os reinos se encontram na posição de orar;

falta aos homens aprenderem a agradecer a Deus pelo que Ele fez e nos dá constantemente por Amor.

 

Colossenses 3 : 15 – 17

15  Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo;

e sede agradecidos.

 

16  Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo;

instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria,

louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração.

 

17  E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação,

fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: