Arquivo | CRISTIANISMO E ESPIRITISMO RSS feed for this section

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO – 696 – CASAMENTO E CELIBATO –Qual seria o efeito da extinção do casamento sobre a sociedade humana?

16 maio

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO696CASAMENTO E CELIBATO

Qual seria o efeito da extinção do casamento sobre a sociedade humana?

 

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 696CASAMENTO E CELIBATO.
 

696. Qual seria o efeito da extinção do casamento sobre a sociedade humana?

O retorno à vida dos animais.

 

 

Comentário de Kardec:

A união livre e fortuita dos sexos pertence ao estado de natureza.

O casamento é um dos primeiros atos de progresso nas sociedades humanas,

porque estabelece a solidariedade fraterna

e se encontra entre todos os povos, embora nas mais diversas condições.

 

 

Hebreus 13 : 4 – Digno de honra entre todos seja o matrimônio,

bem como o leito sem mácula;

porque Deus julgará os impuros e adúlteros.

 

 

A extinção do casamento seria, portanto, o retorno à infância da Humanidade

e colocaria o homem abaixo mesmo de alguns animais que lhe dão o exemplo das uniões constantes.

Exemplos : cisnes, lobos, araras.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 33Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 696Editora Espírita Fonte Viva.

 

696/LE

 

ABOLIÇÃO DO CASAMENTO

 

 

A abolição do casamento na Terra seria um desastre moral no seio da sociedade.

O casamento torna-se um meio onde a harmonia estabelece, não somente para a reprodução ordenada, como para o trabalho de amizade e perdão

 

Unem-se as almas em comunhão na Terra, de modo a aperfeiçoarem seus sentimentos

e despertarem seus valores, crescendo os deveres ante seus familiares.

 

Êxodo 20 : 5 – Não as adorarás, nem lhes darás culto;

porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos na terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem.

 

Observação : Este versículo está mal traduzido.

Em vez da palavra ATÉ, o certo é a palavra NA.

 

Abolir uma instituição que somente faz o bem, é regredir à animalidade.

Não esmoreçamos nos caminhos da educação e da disciplina, porque a evolução é demorada.

Ninguém é criado já desenvolvido em todas as suas qualidades espirituais.

 

Convém recordar que precisamos de tempo, precisamos de eras sem fim na busca da perfeição espiritual.

Somente Deus não precisa despertar qualidades, pois Ele já é a Luz de toda a criação.

 

II Pedro 3 : 8 – 9

Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer:

que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia.

 

Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada;

pelo contrário, ele é longânimo para convosco,

não querendo que nenhum pereça,

senão que TODOS cheguem ao arrependimento.

 

 

I Timóteo 2 : 4 – o qual deseja que TODOS os homens sejam salvos

e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

 

 

Se ainda estamos dando passos incertos, procuremos pelo que pode firmar nosso andar;

se ainda duvidamos do que já aprendemos, busquemos a Jesus.

 

Ele, verdadeiramente, é o caminho, a verdade e a vida;

quem não sabe dessa realidade ?

 

 

João 14 : 6 – Respondeu-lhe Jesus:

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida;

ninguém vem ao Pai senão por mim.

 

 

Todas as leis de Deus estão firmadas dentro das consciências.

O que fazer para compreendê-las ?

 

Consultar esse reino do Senhor que se encontra dentro da nossa vida.

 

O verdadeiro livro escrito pelo Todo Poderoso está na nossa intimidade

e as suas letras de luz projetam-se constantemente nos corações,

pela força do próprio Criador.

 

 

Lucas 17 : 21 – Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está!

Porque o reino de Deus está dentro de vós.

 

 

O casamento como instituição, a união de dois Espíritos visando a constituir uma família, obedece às leis divinas, e as leis humanas não tem o direito de desfazer.

 

De modo que não são mais dois, porém, uma só carne.

Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem. (Mateus 19 : 6)

 

O Senhor fez o homem e a mulher para que eles, no reino da carne, prosseguissem juntos, com tarefas definidas na sociedade.

Por que separar, por que criar mudanças na ordem já existente, de modo que surja a indisciplina ?

Os animais que se encontram na retaguarda evolutiva dão exemplos inúmeros de fidelidade e de união, na simplicidade da natureza.

 

Os homens devem obedecer ao estatuto divino,

cumprir a lei e Sua justiça,

que o resto virá por misericórdia.

 

 

Mateus 6 : 32 – 33

32  Porque os gentios é que procuram todas estas coisas;

pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;

 

33  buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça,

e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

 

 

Cada vez que a Terra sobe mais na sua escalada aos mundos mais elevados,

os comportamentos humanos devem sofrer mudanças,

no sentido do aperfeiçoamento.

 

 

II Coríntios 13 : 9 – Porque nos regozijamos quando nós estamos fracos e vós, fortes;

e isto é o que pedimos:

o vosso aperfeiçoamento.

 

 

II Coríntios 13 : 11 – Quanto ao mais, irmãos, adeus!

Aperfeiçoai-vos, consolai-vos, sede do mesmo parecer, vivei em paz;

e o Deus de amor e de paz estará convosco.

 

 

I Pedro 5 : 10 – Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória,

depois de terdes sofrido por um pouco,

ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar.

 

 

Assim com os homens, assim, também, com os animais, só que esses obedecem ao progresso na lentidão que oferece o estado de quem não alcançou o raciocínio.

 

Procuremos entender melhor os deveres da família diante de todos os acontecimentos,

porque quem busca, acha,

e a quem bate, abrir-se-lhe-á.

 

 

Mateus 7 : 7 – 8

Pedi, e dar-se-vos-á;

buscai e achareis;

batei, e abrir-se-vos-á.

 

Pois todo o que pede recebe;

o que busca encontra;

e, a quem bate, abrir-se-lhe-á.

 

 

A abolição do casamento seria uma regressão da humanidade, uma confusão, por faltar o respeito de uns para com os outros.

Somos pelas mudanças em vários aspectos, notadamente, em mundos elevados, onde é a força dominante em todos os empreendimentos.

 

O casamento, no nível em que se encontra o planeta, ainda deve permanecer muitos séculos, para sofrer algumas mudanças,

de modo que a consciência não grite como sendo o tribunal que sabe acusar e defender, pois ela reflete com perfeição a voz d’Aquele que é a vida.

 

Lembremo-nos que o Mestre Jesus é a nossa esperança;

Ele assistiu ao nosso desabrochar para a luz da razão;

por isso, não poderemos seguir mundo a fora sem a Sua assistência,

até quando nos tornarmos adultos e passarmos a caminhar por nós mesmos

quando entrarmos na faixa que um grande filósofo disse : “Conhece-te a ti mesmo” (Sócrates),

 

pois, conhecendo a verdade, nos tornaremos livres.  

 

 

João 8 : 31 – 32

31 Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele:

Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos;

 

32 e conhecereis a verdade,

e a verdade vos libertará.  

Anúncios

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO – 695 – CASAMENTO E CELIBATO – O casamento, ou seja, a união permanente de dois seres é contrária à lei da Natureza?

29 abr

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO695CASAMENTO E CELIBATO

O casamento, ou seja, a união permanente de dois seres é contrária à lei da Natureza?

 

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 695CASAMENTO E CELIBATO.

 

695. O casamento, ou seja, a união permanente de dois seres é contrária à lei da Natureza?

É um progresso na marcha da Humanidade.

 

 

Hebreus 13 : 4 – Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula;

porque Deus julgará os impuros e adúlteros.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 32Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maia – item 695Editora Espírita Fonte Viva.

 

695/LE

 

 

CASAMENTO

 

O casamento, sendo uma simples união, é lei natural para todos os seres, em todos os planos de vida;

mesmo nos planos espirituais mais próximos à Terra, os Espíritos se unem para tarefas sagradas do aperfeiçoamento.

 

Observemos a Natureza: as pedras se unem, oferecendo maior segurança e firmeza à própria terra, as árvores juntas aliam as suas forças para a purificação do ar e a transmutação dos elementos, proporcionando melhoria de vida;

os animais andam unidos segundo sua espécie, para que não falte o crescimento, reproduzindo-se na ordem a que pertencem, e os homens não poderiam fugir à regra estabelecida pela lei do “crescei e multiplicai”.

 

Gênesis 1 : 27 – 28

27 Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou;

homem e mulher os criou.

 

28 E Deus os abençoou e lhes disse:

Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a;

dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.

 

 

Para conservar a espécie dentro de certas normas, surgiu na sociedade o casamento, instituição essa que assegura e dá caminhos novos ao amor dos que juntos convivem.

 

A família constitui a célula da sociedade;

desmanchando a primeira, desmorona-se a segunda.

 

O casamento é semente de amor, que no amanhã deve se estender universalmente.

 

A formação de um lar é o ponto alto do progresso da humanidade.

 

A família é uma escola onde aprendemos a vencer a nós mesmos,

para depois entrarmos na universidade constituída de todos os povos

e onde os professores são os pais e filhos, irmãos e parentes.

 

 

II Coríntios 5 : 17 – E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura;

as coisas antigas já passaram;

eis que se fizeram novas.

 

 

Efésios 4 : 20 – 24

20  Mas não foi assim que aprendestes a Cristo,

21  se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus,

 

22  no sentido de que, quanto ao trato passado,

vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano,

 

23  e vos renoveis no espírito do vosso entendimento,

 

24 e vos revistais do novo homem,

criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.

 

 

Efésios 4 : 30 – 31

31  Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia.

 

32  Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos,

perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.

 

 

Colossenses 3 : 12 – 14

12 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados,

de ternos afetos de misericórdia,

de bondade,

de humildade,

de mansidão,

de longanimidade (generosidade).

 

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém,

esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

 

 

Quem não aprender a amar os mais próximos, como poderá entender os mais distantes ?

Comecemos primeiro dentro de casa, que é a porta para descobrirmos o amor universal.

 

 

Gálatas 5 : 23 – 23

22  Mas o fruto do Espírito é:

amor,

alegria,

paz,

longanimidade,

benignidade,

bondade,

fidelidade,

 

23 mansidão,

domínio próprio.

 

Contra estas coisas não há lei.

 

 

Certas pessoas desequilibradas pregam por todos os ventos contra o casamento,

intentando desmanchar essa instituição sagrada,

onde dois seres se unem, dando oportunidades para a chegada de outros Espíritos à Terra.

 

 

Mateus 19 : 4 – 5

Então, respondeu ele:

Não tendes lido que o Criador, desde o princípio,

os fez homem e mulher

 

5 e que disse:

Por esta causa deixará o homem pai e mãe

e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne?

 

 

Porém, o vento leva suas palavras por lhes faltar a verdade.

Esses nossos irmãos fundamentam suas emoções com capa de ideal no proselitismo escandaloso e nas paixões inferiores,

de modo a fazer desaparecer compromissos e tirar dos seus caminhos a responsabilidade.

 

Proselitismo : atividades para conquistar prosélitos.

Prosélito : indivíduo que abraçou uma religião, doutrina ou partido; partidário.

 

 

Romanos 1 : 26 – 28

26 Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames;

porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza;

 

27  semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade,

cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.

 

28  E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes,

 

 

Todavia, nada conseguem fora da lei de harmonia e de equilíbrio, porque Deus, com os Seus planos de luz, permanece inabalável, pela luz do amor.

 

Escutemos o chamado do Mestre para a educação dos nossos sentimentos e pela harmonia de todas as coisas.

 

Sejamos sempre ordeiros em tudo, na justiça e no amor.

 

E se nossa missão for casar, que cumpramos nossos deveres na honra e no trabalho,

 

porque Jesus voltará

e aparecerá, desta vez dentro de nós,

para nos saudar com amor:

 

 

Lucas 17 : 20 – 21

20  Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus,

Jesus lhes respondeu:

Não vem o reino de Deus com visível aparência.

 

21  Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está!

Porque o reino de Deus está dentro de vós.

 

 

“A paz seja convosco”;

e a paz do Senhor, quando Ele aparecer na nossa intimidade, permanecerá eternamente.

 

Bem-aventurado aquele servo a quem seu Senhor, quando vier, achar fazendo assim. (Lucas 12: 43)

 

Lucas 12 : 37 – 44

37  Bem-aventurados aqueles servos a quem o senhor, quando vier, os encontre vigilantes;

em verdade vos afirmo que ele há de cingir-se, dar-lhes lugar à mesa e, aproximando-se, os servirá.

 

38  Quer ele venha na segunda vigília, quer na terceira, bem-aventurados serão eles, se assim os achar.

 

39 Sabei, porém, isto:

se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria arrombar a sua casa.

 

40  Ficai também vós apercebidos,

porque, à hora em que não cuidais,

o Filho do Homem virá.

 

41 Então, Pedro perguntou:

Senhor, proferes esta parábola para nós ou também para todos?

 

42  Disse o Senhor:

Quem é, pois, o mordomo fiel e prudente, a quem o senhor confiará os seus conservos (serviçais) para dar-lhes o sustento a seu tempo?

 

43  Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim.

 

44  Verdadeiramente, vos digo que lhe confiará todos os seus bens.

 

 

Que o Senhor nos encontre sempre fazendo caridade e amando todas as criaturas.

 

Mateus 22 : 36 – 40

36  Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

 

37  Respondeu-lhe Jesus:

Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

 

38  Este é o grande e primeiro mandamento.

 

39  O segundo, semelhante a este, é:

Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

 

40  Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

 

 

Mateus 25 : 34 – 40

34  então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita:

Vinde, benditos de meu Pai!

Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

 

35  Porque tive fome, e me destes de comer;

tive sede, e me destes de beber;

era forasteiro, e me hospedastes;

 

36  estava nu, e me vestistes;

enfermo, e me visitastes;

preso, e fostes ver-me.

 

37  Então, perguntarão os justos

Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer?

Ou com sede e te demos de beber?

 

38  E quando te vimos forasteiro e te hospedamos?

Ou nu e te vestimos?

 

39  E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar?

 

40  O Rei, respondendo, lhes dirá:

Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos,

a mim o fizestes.

 

Jesus disse que no céu não se casa nem se dá em casamento, no entanto, isso é no céu, ou seja, nos mundos elevados, onde todas as leis se fundem no amor.

 

Marcos 12 : 25 – 27

25 Pois, quando ressuscitarem de entre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento;

porém, são como os anjos nos céus.

 

26 Quanto à ressurreição dos mortos, não tendes lido no Livro de Moisés, no trecho referente à sarça, como Deus lhe falou:

Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó?

 

27 Ora, ele não é Deus de mortos, e sim de vivos.

Laborais em grande erro.

 

 

Em planos elevados, o Espírito se encontra despido de corpo material, e se ainda carrega o corpo de desejo, esse se encontra, pelas circunstâncias, espiritualizado.

Enquanto o homem não alcançar a perfeição dos seus sentimentos, ele precisa ligar-se a outrem pela lei humana, em respeito a lei de Deus, de modo que o amor divino eleve todos os sentimentos.

 

O casamento é meio de se educar, para os que desejam aprender. 

 

Provérbios 1 : 8 – 9

Filho meu, ouve o ensino de teu pai

e não deixes a instrução de tua mãe.

 

Porque serão diadema de graça para a tua cabeça

e colares, para o teu pescoço.

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO– 694 – OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO – Que se deve pensar dos usos, cujo efeito consiste em deter a reprodução, com vistas à satisfação da sensualidade?

17 abr

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO694OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO

Que se deve pensar dos usos, cujo efeito consiste em  deter a reprodução, com vistas à satisfação da sensualidade?

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 694OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO.

OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO

694. Que se deve pensar dos usos, cujo efeito consiste em  deter a reprodução, com vistas à satisfação da sensualidade?

 

Isso prova a predominância do corpo sobre a alma

e o quanto o homem está imerso na matéria.

 

 

Romanos 8 : 5 – 10

Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne;

mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito.

 

Porque o pendor da carne dá para a morte,

mas o do Espírito, para a vida e paz.

 

Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar.

 

Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

 

Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós.

E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

 

10 Se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado,

mas o espírito é vida, por causa da justiça.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 31Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 694Editora Espírita Fonte Viva.

 

 

694/LE

 

ATOS ANIMALIZADOS

 

Há muitos laços que prendem a alma às paixões inferiores, como os variados processos que a sensualidade usa para a sua satisfação, embriagando os sentimentos em sensações grosseiras.

 

Romanos 13 : 12 – 14

12 Vai alta a noite, e vem chegando o dia.

Deixemos, pois, as obras das trevas

e revistamo-nos das armas da luz.

 

13 Andemos dignamente, como em pleno dia,

não em orgias e bebedices,

não em impudicícias e dissoluções,

não em contendas e ciúmes;

 

14  mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo

e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências.

 

 

Impudico : Sensual, lascivo (libidinoso, desregrado)

Dissolução : Perversão de costumes; devassidão; libertinagem.

Concupiscência: Desejo intenso de bens ou gozos materiais; apetite sexual.  

 

É, pois, nesse sentido que o Espírito é considerado animal, mesmo com vestimentas diferentes destes.

No entanto, as suas investidas no campo dos desregramentos são as mesmas, ou por vezes, piores.

 

A doutrina dos Espíritos surgiu no mundo como nos refere a codificação

para educar e instruir.

 

Não devemos nos cansar de repetir essas duas máximas,

que fazem do espírita um verdadeiro cristão, quando ele toma a sério esses preceitos de luz.

 

 

João 14 : 26 – mas o Consolador, um Espírito Santo,

a quem o Pai enviará em meu nome,

esse vos ensinará todas as coisas

e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.

 

Observação :

Livro : A Face Oculta das ReligiõesNuma Visão Racional da BíbliaJosé Reis Chaves.

 

Origem da palavra Espírito Santo.

No Grego só existem artigos definidos,

não havendo, pois, o artigo indefinido “um”.

 

Assim, quando em Grego se diz “o”, aparece o artigo ho.

Mas, quando se quer dizer “um”, não aparece artigo nenhum,

porque repetimos, não há em Grego artigo indefinido.

E na Bíblia, no original grego,

quando aparece o Espírito Santo,

vem sem artigo,

portanto, a tradução correta é,

no Português, “um” Espírito Santo,

e não “o” Espírito Santo.

 

 

O homem, quando olha somente para baixo, esquece de sentir o Espírito que domina a matéria.

Ele é animalizado, ocupando a sua mente com a apologia de que a carne precisa de carne, e que as satisfações inferiores o distraem.

 

 

Gálatas 5 : 13 – 21

13  Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade;

porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne;

sede, antes, servos uns dos outros, pelo amor.

 

14  Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber:

Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

 

15 Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos.

 

16  Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

 

17 Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne,

porque são opostos entre si;

para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.

 

19  Ora, as obras da carne são conhecidas e são:

prostituição, impureza, lascívia,

 

20  idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções,

 

21  invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas,

a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni,

que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.

 

 

Não estamos aqui contra a prática do sexo que sabemos ser força de continuação da espécie,

mas, somos somente contra o desregramento do mesmo,

que pode levar à loucura e ao fascínio.

 

O excesso das sensações pode embriagar a alma em caminhos de difícil recuperação.

 

Convém anotar as necessidades dos Espíritos que já acordaram para a luz,

a autoeducação em todos os rumos da disciplina,

para que no amanhã sintamos necessidade e facilidade de acompanharmos Jesus.

 

 

Gálatas 5 : 22 – 25

22  Mas o fruto do Espírito é:

amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,

 

23  mansidão, domínio próprio.

Contra estas coisas não há lei.

 

24 E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.

 

25  Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.

 

Mesmo se já foi conquistada certa educação, na área do sexo, não se deve vangloriar por esse feito de boa vontade;

se já se vive esse equilíbrio, ele mesmo, por si só, irradia a grandeza d’alma.

 

A fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus. (I Coríntios 1 : 29)

 

A verdade não precisa dos jornais, e não pede outros meios de comunicações para se revelar;

ela, sendo verdade, já tem seus métodos de anunciação.

Se já és equilibrado, que sejas para ti mesmo.

 

João 8 : 31 – 32

31 Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele:

Se vós permanecerdes na minha palavra,

sois verdadeiramente meus discípulos;

 

32 e conhecereis a verdade,

e a verdade vos libertará.

 

 

Mesmo, educando a poderosa força sensual, existem muitas outras para serem disciplinadas, que não se sabe quando elas estarão domesticadas.

E quantos observamos, nos meios espiritualistas, que anunciam antes de consolidar a educação e voltam atrás, envolvendo-se nos sentimentos que supunham vencidos ?

E agora, como explicar o que não se consolidou em Cristo ?

 

O silêncio, em muitos casos, é força poderosa;

deixemos que os outros descubram as nossas virtudes, sem que nossa voz participe em defesa própria.

 

A vanglória pode ser a perda do já conquistado.

 

Vanglória : Orgulho, arrogância; altivez.

 

Gálatas 5 : 26 – Não nos deixemos possuir de vanglória,

provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.

 

 

Filipenses 2 : 3 – Nada façais por partidarismo ou vanglória,

mas por humildade,

considerando cada um os outros superiores a si mesmo.

 

 

Não inventemos meios ilícitos para uma coisa tão séria como o é a reprodução, e não desmoralizemos seus valores para a nossa própria satisfação;

a Natureza tudo fez sob as bênçãos de Deus, para a glória da vida.

 

 

Salmos 127 : 3 – Herança do SENHOR são os filhos;

o fruto do ventre, seu galardão.

 

 

Salmos 139 : 13 – 18

13  Pois tu formaste o meu interior,

tu me teceste no seio de minha mãe.

 

14  Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste;

as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem;

 

15  os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.

 

16 Os teus olhos me viram a substância ainda informe,

e no teu livro foram escritos todos os meus dias,

cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda.

 

17  Que preciosos para mim, ó Deus, são os teus pensamentos!

E como é grande a soma deles!

 

18  Se os contasse, excedem os grãos de areia;

contaria, contaria, sem jamais chegar ao fim.  

 

 

Se os nossos pensamentos estão soltos no campo da sensualidade, procuremos Jesus,

que Ele nos dará orientações concernentes ao nosso equilíbrio moral e espiritual.

 

Não desdenhemos os nossos valores:

passemos a compreendê-los, que receberemos a recompensa da Natureza.

 

Que Deus nos abençoe nos esforços de educar o sagrado santuário de vida, donde gera a reprodução.

 

 

Mateus 11 : 12 – Desde os dias de João Batista até agora,

o reino dos céus é tomado por esforço,

e os que se esforçam se apoderam dele.

 

 

Lucas 16 : 16 – A Lei e os Profetas vigoraram até João;

desde esse tempo, vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus,

e todo homem se esforça por entrar nele.

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO– 693 – OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO – As leis e os costumes humanos, que objetivam ou têm por efeito criar obstáculos à reprodução, são contrários à lei natural?

2 abr

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO693

OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO

 

–  As leis e os costumes humanos, que objetivam ou têm por efeito  criar obstáculos à reprodução, são contrários à lei natural?

 

Livro : O Livro dos Espíritos – Parte Terceira Leis Morais – Capítulo IV – item 693OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO.

 
OBSTÁCULOS À REPRODUÇÃO

 

693. As leis e os costumes humanos, que objetivam ou têm por efeito  criar obstáculos à reprodução, são contrários à lei natural?

Tudo o que impede a marcha da Natureza é contrário à lei geral.

 

 

693 – a) Entretanto, há espécies de seres vivos, animais e plantas, cuja reprodução indefinida, seria prejudicial às outras espécies e das quais, o próprio homem seria vitima.

Seria repreensível deter essa reprodução?

 

Deus concedeu ao homem, sobre todos os seres vivos, um poder que ele deve usar para o bem, mas não abusar.

 

 

Salmos 105: 4 – Buscai o SENHOR e o seu poder;

buscai perpetuamente a sua presença.

 

 

Efésios 3 : 20 – Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos,

conforme o seu poder que opera em nós,

 

 

Ele pode regular a reprodução segundo às necessidades, mas não deve entravá-la  sem necessidade.

 

A ação inteligente do homem é um contrapeso posto por Deus entre as forças da Natureza, para restabelecer-lhes o equilíbrio,

e isso também o distingue dos animais, pois ele o faz com conhecimento de causa.

 

Os animais concorrem, por sua vez, para esse equilíbrio,

pois o instinto de conservação que lhes foi dado faz que, ao proverem à própria conservação,

detenham o desenvolvimento excessivo e talvez perigoso das espécies animais e vegetais de que se nutrem.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 30Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 693Editora Espírita Fonte Viva.

 

 

693/LE

 

CONTRA A LEI GERAL

 

 

Tudo na Natureza busca o equilíbrio, usando de todas as formas possíveis,

e o homem deve observar a lei natural suave e harmoniosa.

 

Como falamos em mensagem anterior, a inteligência do homem lhe foi dada para ser usada na conservação do equilíbrio, ajudando as leis da Natureza,

que deixam para os seres humanos a sua parte a fazer.

 

A regulagem da reprodução, em certos casos, pertence aos homens, a quem cabe estudar e procurar meios para que a reprodução em excesso não lhes cause mal.

 

É claro que essa regulagem não deve vir pela força da vaidade, nem inspirada pelo egoísmo.

É bom que se desenvolva nos corações da Terra o bom senso em tudo que é feito, para que se garanta a paz de consciência.

 

Todo aquele que deseja criar embaraços à lei geral, comporta-se como Jesus :

Para preencher a vaga neste ministério e apostolado, do qual Judas se transviou, indo para o seu próprio lugar. (Atos 1 : 25)

 

O cientista que se transviar do seu ministério científico,

vendendo os seus valores pelo interesse do ouro,

 

será retirado, indo para o seu próprio lugar de transgressor da lei.

 

 

Os Espíritos reencarnados na Terra são os agentes de Deus para ajudarem na obra grandiosa da evolução.

 

Hebreus 1 : 14 – Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação?

 

 

Essa é uma lei natural que não podemos desviar do seu curso para o bem comum.

Os animais desenvolvem o instinto de conservação, destruindo;

eles mesmos fazem expressar a lei do equilíbrio.

 

Assim, também, as plantas se atrofiam quando semeadas em demasia, sem o devido espaço para o seu crescimento.

 

Enfim, tudo o mais que por vezes escapa à inteligência do homem,

obedece à regulagem da força divina.

 

No que tange à capacidade dos homens, Deus deixa para que esses operem pelos traços da sua inteligência.

 

Provérbios 2 : 6 – Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento.

 

 

Tudo o que é feito e permanece, é pela aquiescência de Deus.

Cumpre a todas as criaturas agradecer a Ele pela Sua presença em tudo, controlando todos os acontecimentos.

 

Jeremias 17 : 10 – Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos;

e isto para dar a cada um segundo o seu proceder,

segundo o fruto das suas ações.

 

 

Imaginemos o pouco de livre arbítrio que o ser humano tem, usado levianamente….E se os animais o tivessem ?

 

A verdade, sendo luz, somente aparece quando estamos preparados para recebê-la.

 

Que Deus nos abençoe, fazendo chegar sempre a nós a Sua magnânima vontade,

para que possamos nos alimentar e dar vazão ao amor.

 

 

Mateus 5 : 14 – 16

14  Vós sois a luz do mundo.

Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte;

 

15  nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire,

mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa.

 

16 Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens,

para que vejam as vossas boas obras

e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.

 

João 8 : 31 – 32

31  Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele:

 

Se vós permanecerdes na minha palavra,

sois verdadeiramente meus discípulos;

 

32  e conhecereis a verdade,

e a verdade vos libertará.

 

 

Observemos a nossa palavra:

se a produzíssemos sem a disciplina que a mente pode dar,

o que seria de nós ?

 

 

Mateus 12 : 36 – 37

36  Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens,

dela darão conta no Dia do Juízo;

 

37  porque, pelas tuas palavras, serás justificado

e, pelas tuas palavras, serás condenado.

 

 

Efésios 4 : 19 – Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe,

e sim unicamente a que for boa para edificação,

conforme a necessidade,

e, assim, transmita graça aos que ouvem.

 

 

Colossenses 4 : 6 – A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal,

para saberdes como deveis responder a cada um.

 

 

Ela precisa ser educada nas diretrizes do amor e da caridade,

para ser mais útil aos que nos ouvem e para nós mesmos.

 

Vamos dar graças a Deus pelo que Ele nos deu, em entendimento,

de maneira que possamos aplicar as nossas forças para a perfeição da vida,

despertando os valores que nos foram entregues pelo Seu coração amoroso.

 

 

Colossenses 3 : 13 – 17

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

 

15  Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração,

à qual, também, fostes chamados em um só corpo;

e sede agradecidos.

 

16  Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo;

instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria,

louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais,

com gratidão, em vosso coração.

 

17  E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação,

fazei-o em nome do Senhor Jesus,

dando por ele graças a Deus Pai.

 

Convém acreditar que estamos caminhando sempre para a frente,

e que em tudo dependemos primeiramente de Deus;

depois d’Ele, foi nos entregue o resto.

 

 

Mateus 22 : 36 – 40

36  Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

 

37  Respondeu-lhe Jesus:

Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração,

de toda a tua alma

e de todo o teu entendimento.

 

38  Este é o grande e primeiro mandamento.

 

39  O segundo, semelhante a este, é:

Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

 

40  Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

 

 

Usemos a nossa inteligência e observemos até onde age a lei geral, para que não sirvamos de tropeço para ela, na sua ação divina.

 

Se precisamos de algo mais, tudo nos virá pela lei de misericórdia e por acréscimo de vida.

 

Mateus 6 : 32 – 33

32  Porque os gentios é que procuram todas estas coisas;

pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;

 

33  buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça,

e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

 

 

Tiago 1 : 1 – 6

Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que se encontram na Dispersão, saudações.

 

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações,

sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.

 

Ora, a perseverança deve ter ação completa,

para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.

 

Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus,

que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera;

e ser-lhe-á concedida.

 

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando;

pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento.

 

 

Hebreus 11 : 1 – Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam,

a convicção de fatos que se não veem.

 

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO– 692 – SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS – O aperfeiçoamento das raças animais e vegetais pela Ciência, é contrário à lei natural?

15 mar

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO692SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS – 

 

O aperfeiçoamento das raças animais e vegetais pela Ciência, é contrário à lei natural?

 

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 692 –  Sucessão e Aperfeiçoamento das Raças
 

SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS.

692 – O aperfeiçoamento das raças animais e vegetais pela Ciência, é contrário à lei natural?

Seria mais conforme a essa lei, deixar as coisas seguirem o seu curso normal?

Tudo se deve fazer para chegar à perfeição.

O próprio homem é um instrumento de que Deus se serve para atingir os seus fins.

Sendo a perfeição a meta para que tende a Natureza, favorecer essa perfeição é corresponder às vistas de Deus.

 

 

692 – a) Mas o homem é geralmente movido, nos seus esforços para o melhoramento das raças, apenas por interesse pessoal, que não tem outro objetivo senão o aumento de seu bem-estar;

isso não diminui o seu mérito?

 

 — Que importa que o seu mérito seja nulo, desde que o progresso se realize ?

Compete a ele tornar meritório o seu trabalho, através da intenção.

 

 

I Coríntios 15 : 58 – Portanto, meus amados irmãos,

sede firmes, inabaláveis

e sempre abundantes na obra do Senhor,

sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.

 

 

Ademais, por meio desse trabalho, ele exercita e desenvolve sua inteligência

e é sob esse aspecto que tira maior proveito.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 29Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 692Editora Espírita Fonte Viva.

 

 

692/LE

 

USO DA INTELIGÊNCIA NO APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS.

 

 

Nunca será contrário às leis da Natureza o uso da inteligência visando ao progresso, se a recebemos de Deus para que, sob a força do tempo, fôssemos cocriadores na Sua obra.

 

Efésios 2 : 10 – Pois somos feitura Dele (Deus)

criados em Cristo Jesus para boas obras,

as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.

 

 

Provérbios 2 : 1 – 6

Filho meu, se aceitares as minhas palavras e esconderes contigo os meus mandamentos,

para fazeres, atento à sabedoria, o teu ouvido e para inclinares o coração ao entendimento,

e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz,

se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares,

então, entenderás o respeito ao SENHOR e acharás o conhecimento de Deus.

Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento.

 

 

Jesus Cristo foi, igualmente, um portador da sabedoria divina, que veio nos ensinar como empregar todas as nossas possibilidades de servirmos de instrumentos para a nossa própria felicidade.

 

 

João 8 : 28 – 29

28  Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do Homem, então, sabereis que EU SOU

e que nada faço por mim mesmo;

mas falo como o Pai me ensinou.

 

29  E Aquele que me enviou está comigo, não me deixou só,

porque eu faço sempre o que lhe agrada.

 

 

Quantas coisas não foram descobertas pelos homens de ciência, que hoje trazem a paz e o conforto para a humanidade ?

Porém, em tudo isso é preciso que se desenvolvam, paralelamente,

os sentimentos de amor, no sentido de que a inteligência não se perca em caminhos sinuosos.

 

 

II Pedro 1 : 3 – 9

Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade,

pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude,

 

pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas,

para que por elas vos torneis coparticipantes da natureza divina,

livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo,

 

por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência,

associai com a vossa fé, a virtude;

com a virtude, o conhecimento;

 

com o conhecimento, o domínio próprio;

com o domínio próprio, a perseverança;

com a perseverança, a piedade;

 

com a piedade, a fraternidade;

com a fraternidade, o amor.

 

Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando,

fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos

no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

 

 

A vida enobrecida é luz para todas as direções.

É justo que compreendamos o valor da inteligência e não a empreguemos em rotas contrárias ao bem comum.

 

A ciência, com o advento da Doutrina Espírita, pode tomar um banho de fraternidade,

a fim de que a fé possa alcançar e dar força maior, à esperança, para novos dias.

 

Não são contrários às leis naturais, nem o foram em tempo algum, os esforços dos homens em descobertas que elevem as coisas no respeito que pede a própria Natureza.

 

Compete a todos nós, do mundo espiritual, ajudar no que é devido para as descobertas que beneficiam a humanidade,

e que os homens estejam à altura de receber as dádivas, sem despertar em seus corações sentimentos contrários à caridade.

 

A perfeição é uma meta de luz e, no que se refere aos homens, esses não devem esperar de Deus o progresso das coisas.

Necessário se faz, que as mãos humanas se movimentem para o crescimento de todas as coisas.

Tudo estamos fazendo para que o Evangelho caminhe na frente da inteligência, dando-lhe direção, em nome d’Aquele que é vida.

 

Os grandes cientistas que estão no mundo ou que já passaram por ele, não vieram a este planeta por acaso;

são, por vezes, missionários que devemos respeitar e orar por eles, pois às vezes, não lhes sobra oportunidade para a prática constante das atividades religiosas.

 

É necessário recordar que nada se perde na vida.

Mesmo os que combatem a verdade, quando se aliam a ela, tornam-se gigantes na inspiração divina.

Como exemplo, citamos o apóstolo Paulo, a quem se referiu Jesus, quando disse a Ananias :

Vai, porque esse é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos Filhos de Israel. (Atos 9 : 15).

 

Para sermos salvos de todas as tempestades da consciência, é preciso buscarmos a perfeição,

e a perfeição está em sermos retos em tudo que possa acontecer.

 

 

Colossenses 3 : 12 – 17

12  Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados,

de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.

 

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

 

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

 

15  Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo;

e sede agradecidos.

 

16 Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo;

instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria,

louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais,

com gratidão, em vosso coração.

 

17 E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação,

fazei-o em nome do Senhor Jesus,

dando por ele graças a Deus Pai.

 

E os que ouviram disseram : Sendo assim, quem pode ser salvo ? ( Lucas 18 : 27 ).

 

Para sermos salvos, não é preciso irmos contra a natureza;

basta acompanhá-la nos seus caminhos do progresso.

 

Cada um pode cooperar nas suas mais difíceis operações de amor, onde a verdade não falta.

 

O homem, ainda mais, tem o dever de trabalhar para a evolução das plantas e dos animais,

naquilo que tange aos seus progressos,

mas, é necessário discernir,

pois somente a Deus pertence a vida.

 

A vida está em Deus.

Nós outros, homens, animais e vegetais, somos filhos do Senhor.

 

Mateus 5 : 9 – Bem-aventurados os pacificadores,

porque serão chamados filhos de Deus.

 

 I João 3 : 1 – Vede que grande amor nos tem concedido o Pai,

a ponto de sermos chamados filhos de Deus;

e, de fato, somos filhos de Deus.

Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo.

 

O trabalho dos homens para a perfeição de tudo e deles mesmos ,

é norma divina, na divina função de enobrecer a própria vida.

 

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO– 691 – SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS – Qual é, do ponto de vista físico, o caráter distintivo e dominante das raças primitivas?

1 mar

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO691SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS –  Qual é, do ponto de vista físico, o caráter distintivo e dominante das raças primitivas?

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 691 –  Sucessão e Aperfeiçoamento das Raças

 

Sucessão e Aperfeiçoamento das Raças

 

691. Qual é, do ponto de vista físico, o caráter distintivo e dominante das raças primitivas?

Desenvolvimento da força bruta, à custa da força intelectual.

 

Deuteronômio 8 : 17 – Não digas, pois, no teu coração:

A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas.

 

Atualmente, dá-se o contrário: o homem faz mais pela inteligência, do que pela força física.

Entretanto, faz cem vezes mais, porque soube tirar proveito das forças da Natureza, o que não fazem os animais.

 

 

Livro : A GÊNESECapítulo XVIIISão Chegados os TemposSinais dos Tempos item 2.

 

2 – Tudo é harmonia na Criação;

tudo revela uma previdência que não se desmente nem nas menores coisas, nem nas maiores.

 

Temos, pois, que afastar, desde logo toda a ideia de capricho, por ser inconciliável com a sabedoria divina.

Em segundo lugar, se a nossa época está marcada para o acontecimento de certas coisas, é que estas têm sua razão de ser na marcha do conjunto.

 

Isto posto, diremos que nosso globo, como tudo o que existe, está sujeito à lei do progresso.

 

Progride fisicamente, pela transformação dos elementos que o compõem

e, moralmente, pela depuração dos Espíritos encarnados e desencarnados que o povoam.

 

 

I Tessalonicenses 4 : 9 – 12

No tocante ao amor fraternal, não há necessidade de que eu vos escreva, porquanto vós mesmos estais por Deus instruídos que deveis amar-vos uns aos outros;

10 e, na verdade, estais praticando isso mesmo para com todos os irmãos em toda a Macedônia. Contudo, vos exortamos, irmãos, a progredirdes cada vez mais

11  e a diligenciardes por viver tranquilamente, cuidar do que é vosso e trabalhar com as próprias mãos, como vos ordenamos;

12 de modo que vos porteis com dignidade para com os de fora e de nada venhais a precisar.

 

 

Estes dois progressos se realizam paralelamente, porque o melhoramento da habitação está em relação com a do habitante.

 

Fisicamente, o globo terráqueo tem experimentado transformações constatadas pela Ciência e que o têm, sucessivamente, tornado habitável por seres cada vez mais aperfeiçoados.

 

Moralmente, a humanidade progride pelo desenvolvimento da inteligência, do senso moral e do abrandamento dos costumes.

 

Ao mesmo tempo em que o melhoramento do globo se opera sob a ação das forças materiais, os homens para isso concorrem pelos esforços de sua inteligência.

Eles saneiam as regiões insalubres, tornam as comunicações mais fáceis e a terra mais produtiva.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 28Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 691Editora Espírita Fonte Viva.

 

691/LE

 

PONTO DE VISTA FÍSICO

 

 

As raças primitivas tinham um caráter dominante, que era o desenvolvimento físico;

acreditava-se no mais forte sem, contudo, aprimorar a força do pensamento.

 

Porém, isso ocorria porque nossos ancestrais não tinham a maturidade d’alma para compreender o mais elevado.

Eles estavam começando a galgar os primeiros degraus da escada da evolução.

 

A vida prossegue no ritmo que Deus estipulou.

Se a Maior Inteligência do Universo delineou desta forma, é porque é a mais certa.

Não sabiam os homens animalizados que a força intelectual é mais poderosa, por desenvolver condições de maior capacidade de trabalho, com menor esforço físico.

 

No amanhã, os Espíritos, depois de experimentados em todos os caminhos da razão, passarão a entregar os sentimentos para o amor,

de modo a compreenderem que todos são irmãos, com os mesmos deveres e direitos,

sem que o egoísmo possa prevalecer em detrimento dos que sofrem de fome e nudez, de sede e de amparo na educação.

 

 

Romanos 13 : 10 – O amor não pratica o mal contra o próximo;

de sorte que o cumprimento da lei é o amor.

 

I Coríntios 13 : 1 – 13

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos,

se não tiver amor,

serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.

 

Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência;

ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes,

se não tiver amor, nada serei.

 

E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado,

se não tiver amor, nada disso me aproveitará.

 

O amor é paciente, é benigno;

o amor não arde em ciúmes,

não se ufana,

não se ensoberbece,

 

não se conduz inconvenientemente,

não procura os seus interesses,

não se exaspera,

não se ressente do mal;

 

não se alegra com a injustiça,

mas regozija-se com a verdade;

 

tudo sofre,

tudo crê,

tudo espera,

tudo suporta.

 

O amor jamais acaba;

mas, havendo profecias, desaparecerão;

havendo línguas, cessarão;

havendo ciência, passará;

 

porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.

 

10  Quando, porém, vier o que é perfeito, então, o que é em parte será aniquilado.

 

11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino;

quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.

 

12  Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente;

então, veremos face a face.

Agora, conheço em parte;

então, conhecerei como também sou conhecido.

 

13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três;

porém o maior destes é o amor.

 

 

Estamos às portas de grandes acontecimentos, de transformações morais da humanidade,

e essas transformações devem nascer de mudanças físicas para despertar os corações endurecidos.

 

A verdade não pede licença aos homens para tomar seu lugar nas condições mentais dos seres da Terra.

Ela, sendo lei de Deus, tem o direito e, quando preciso, impõe e domina as almas.

 

João 8 : 31 – 32

31 Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele:

Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos;

 

32 e conhecereis a verdade,

e a verdade vos libertará.

 

 

Nos momentos atuais, muitos dos mais sensíveis correm para adorar a Deus nos templos suntuosos, como se Deus e Cristo estivessem morando neles.

 

Em relação a isso, Mateus anotou a fala do Mestre :

Pois eu vos digo : Aqui está quem é maior que o templo. (Mateus 12 : 6)

 

 

É chegada a época de adorarmos a Deus em Espírito e verdade, não aqui ou acolá.

 

João 4 : 23 – 24

23  Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade;

porque são estes que o Pai procura para seus adoradores.

 

24 Deus é espírito;

e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

 

 

O pensamento é o veículo para falarmos com o Pai,

e Ele atende as rogativas do filho, quando encontra no coração o clima de obediência, de trabalho e de amor.

 

Mateus 6 : 5 – 11

Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto;

e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

 

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios;

porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

 

Não vos assemelheis, pois, a eles;

porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.

 

 

Estamos para entrar no terceiro milênio, onde devem se processar grandes renovações,

e quem não aceitar as mudanças necessárias que se fazem, que se entregue à mudança de estágios,

porque as ovelhas somente ficarão no rebanho onde haja sintonia de sentimentos espirituais.

 

João 10 : 1 – 18

Em verdade, em verdade vos digo:

o que não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador.

 

Aquele, porém, que entra pela porta, esse é o pastor das ovelhas.

 

Para este o porteiro abre, as ovelhas ouvem a sua voz, ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduz para fora.

 

Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas o seguem,

porque lhe reconhecem a voz;

 

mas de modo nenhum seguirão o estranho;

antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.

 

Jesus lhes propôs esta parábola, mas eles não compreenderam o sentido daquilo que lhes falava.

 

Jesus, pois, lhes afirmou de novo:

Em verdade, em verdade vos digo:

eu sou a porta das ovelhas.

 

Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores;

mas as ovelhas não lhes deram ouvido.

 

Eu sou a porta.

Se alguém entrar por mim, será salvo;

entrará, e sairá, e achará pastagem.

 

10  O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir;

eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.

 

11  Eu sou o bom pastor.

O bom pastor dá a vida pelas ovelhas.

 

12 O mercenário, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge;

então, o lobo as arrebata e dispersa.

 

13  O mercenário foge, porque é mercenário e não tem cuidado com as ovelhas.

 

14  Eu sou o bom pastor;

conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim,

 

15  assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai;

e dou a minha vida pelas ovelhas.

 

16  Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco;

a mim me convém conduzi-las;

elas ouvirão a minha voz;

então, haverá um rebanho e um pastor.

 

17  Por isso, o Pai me ama,

porque eu dou a minha vida para a reassumir.

 

18  Ninguém a tira de mim;

pelo contrário, eu espontaneamente a dou.

Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la.

Este mandato recebi de meu Pai.

 

 

O homem atual dá maior valor à força intelectual, todavia, o seu uso ainda está equivocado, por querer conquistar as coisas transitórias,

esquecendo-se dos valores imortais do Espírito,

vindo a sofrer mais por faltar-lhe o discernimento, onde o amor domina e orienta.

 

É por suas atitudes que o homem não saiu efetivamente da classificação dos seres animais, pois ainda lembram esses em muitas das suas atitudes.

 

Observemos que Jesus, pensando e falando com amor e sabedoria, está dominando todos os corações, em uma sequência que avança em todas as direções.

 

Devemos procurar esse caminho, onde o Mestre é a verdade e a vida.

 

João 14 : 6 –Respondeu-lhe Jesus:

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida;

ninguém vem ao Pai senão por mim.

 

 

Procuremos nos desligar da força bruta e ganhar terreno na força moral,

onde o amor serve de veículo para estabelecer a paz nos corações.

 

 

Colossenses 3 : 12 – 14

12  Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados,

de ternos afetos de misericórdia,

de bondade,

de humildade,

de mansidão,

de longanimidade.

 

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

 

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém, esteja o amor,

que é o vínculo da perfeição.

 

 

O ponto de vista do Cristo é o amor.

 

Mateus 22 : 36 – 40

36  Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

 

37  Respondeu-lhe Jesus:

Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

 

38  Este é o grande e primeiro mandamento.

 

39  O segundo, semelhante a este, é:

 

Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

 

40  Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

LEIS MORAIS – LEI DE REPRODUÇÃO– 690 – SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS – Do ponto de vista puramente físico, os corpos da raça atual são uma criação especial ou procedem dos corpos primitivos, por via de reprodução?

15 fev

LEIS MORAISLEI DE REPRODUÇÃO690SUCESSÃO E APERFEIÇOAMENTO DAS RAÇAS

Do ponto de vista puramente físico, os corpos da raça atual são uma criação especial ou procedem dos corpos primitivos, por via de reprodução?

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte TerceiraLeis MoraisCapítulo IVitem 690 –  Sucessão e Aperfeiçoamento das Raças

 

690. Do ponto de vista puramente físico, os corpos da raça atual são uma criação especial ou procedem dos corpos primitivos, por via de reprodução?

A origem das raças se perde na noite dos tempos.

Mas, como todos pertencem à grande família humana, qualquer que seja o tronco primitivo de cada uma, puderam aliar-se entre si e produzir novos tipos.

 

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte Primeira DA CRIAÇÃOCapítulo III – itens 52 a 54Diversidade das Raças Humanas.

 

Diversidade das Raças Humanas.

 

52. De onde vêm as diferenças físicas e morais que distinguem as variedades de raças humanas na Terra?

Do clima, da vida e dos hábitos.

Dá-se aí o mesmo que se dá com duas crianças da mesma mãe, que, educadas uma longe da outra e de maneira diferente, não se assemelharão em nada quanto à moral.

 

 

53 O homem surgiu em muitos pontos do globo?

Sim e em diversas épocas, e essa é uma das causas da diversidade das raças.

Depois, o homem se dispersou pelos diferentes climas, e aliando-se os de uma raça aos de outras, formaram-se novos tipos.

 

 

a) Essas diferenças representam espécies distintas?

Certamente que não, pois todos pertencem à mesma família.

As variedades do mesmo fruto, acaso não pertencem à mesma espécie?

 

 

54. Se a espécie humana não procede de um só indivíduo, não devem os homens deixar de considerar-se irmãos?

Todos os homens são irmãos em Deus, porque são animados pelo espírito e tendem para o mesmo fim.

Quereis sempre tomar as palavras na sua significação literal.

 

 

Vou reproduzir um estudo meu sobre Adão :

 

Livro : O Livro dos EspíritosParte PrimeiraCapítulo IIIDA CRIAÇÃO.

 

Povoamento da Terra.

ADÃO.

50 A espécie humana começou por um único homem?

Não; aquele a quem chamais Adão não foi nem o primeiro, nem o único que povoou a Terra.

 

51 Podemos saber em que época viveu Adão?

Mais ou menos na que assinalais: por volta de 4000 anos antes de Cristo.

 

 

Vamos refletir sobre o que está escrito em Gênesis ?

 

Gênesis  4 : 1 – 2

Coabitou o homem com Eva, sua mulher.

Esta concebeu e deu à luz a Caim;

então, disse: Adquiri um varão com o auxílio do SENHOR.

 

Depois, deu à luz a Abel, seu irmão.

Abel foi pastor de ovelhas, e Caim, lavrador.

 

 

Gênesis  4 : 8 – 18

Disse Caim a Abel, seu irmão: Vamos ao campo.

Estando eles no campo, sucedeu que se levantou Caim contra Abel, seu irmão, e o matou.

 

Disse o SENHOR a Caim: Onde está Abel, teu irmão?

Ele respondeu: Não sei; acaso, sou eu tutor de meu irmão?

 

10  E disse Deus: Que fizeste?

A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim.

 

11  És agora, pois, maldito por sobre a terra, cuja boca se abriu para receber de tuas mãos o sangue de teu irmão

 

12  Quando lavrares o solo, não te dará ele a sua força;

serás fugitivo e errante pela terra.

 

13  Então, disse Caim ao SENHOR: É tamanho o meu castigo, que já não posso suportá-lo.

 

14  Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua presença hei de esconder-me;

serei fugitivo e errante pela terra;

 

QUEM comigo se encontrar me matará.

 

Observação :

Se Adão e Eva foram os primeiros na Terra, E CAIM TINHA MATADO ABEL, como, Caim disse : QUEM comigo se encontrar me matará ?

 

 

15  O SENHOR, porém, lhe disse:

Assim, QUALQUER que matar a Caim será vingado sete vezes.

E pôs o SENHOR um sinal em Caim para que o não ferisse de morte QUEM quer que o encontrasse.

 

Observação 2 :

Aqui, fica mais uma vez, evidente, a existência de muitas outras pessoas, além de Adão, Eva e Caim.

 

 

 16  Retirou-se Caim da presença do SENHOR

e habitou na terra de Node, ao oriente do Éden.

 

Observação 3 :

Havia até uma terra, chamada de Node, ao oriente do Éden.

 

 

17  E coabitou Caim com sua mulher;

ela concebeu e deu à luz a Enoque.

Caim edificou uma cidade e lhe chamou Enoque, o nome de seu filho.

 

Observação 4 :

Na terra de Node, Caim, encontrou uma mulher, com quem coabitou e, ela concebeu e deu à luz a Enoque.

 

 

18  A Enoque nasceu-lhe Irade; Irade gerou a Meujael, Meujael, a Metusael, e Metusael, a Lameque.

19  Lameque tomou para si duas esposas: o nome de uma era Ada, a outra se chamava Zilá.

20  Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado.

21  O nome de seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta.

22  Zilá, por sua vez, deu à luz a Tubalcaim, artífice de todo instrumento cortante, de bronze e de ferro; a irmã de Tubalcaim foi Naamá.

 

Observação 5 :

Havia tanta gente fora do Éden, que Caim edificou uma cidade, chamando-a de Enoque e, sua descendência foi grande.

 

 

Livro : Filosofia Espírita  XIV –  Capítulo 27Espírito MiramezPsicografado por João Nunes Maiaitem 690 Editora Espírita Fonte Viva.

 

690/LE

 

A ORIGEM DAS RAÇAS

 

 

A origem das raças, como diz “O Livro dos Espíritos”, se perde na noite dos tempos….

E o aperfeiçoamento delas se encontra alicerçado em troncos que, embora diversificados na sua origem, se aliaram entre si, promovendo as transformações proporcionais ao progresso e à necessidade de cada época.

 

No centro de determinadas raças surgem, de tempos em tempos, espécies mais evoluídas, que servirão de matrizes para corpos mais aperfeiçoados, que servirão de instrumentos para Espíritos mais evoluídos.

A esse dá-se a qualificação de tronco de raças.

 

Como exemplo, podemos mencionar Adão, que embora tenha se tornado lenda para os sofistas, surgiu no mundo há mais de 4.000 anos, e dele surgiu uma raça renovada, para receber Espíritos renovados no bem.

 

Sofista : Que argumenta com sofismas, ou é dado a empregá-los.

Sofisma : Argumento falso formulado de propósito para induzir outrem a erro.

 

 

Nesta linha de pensamentos, podemos dizer que Jesus é um tronco de raça moral.

Ele é o Reformador Cósmico das criaturas,

o centro das nossas cogitações de evolução,

que alimenta sempre os nossos sentimentos de amor e de fraternidade.

 

 

II Coríntios 5 : 17 – E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura;

as coisas antigas já passaram;

eis que se fizeram novas.

 

 

Efésios 4 : 20 – 24

20  Mas não foi assim que aprendestes a Cristo,

21  se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus,

 

22  no sentido de que, quanto ao trato passado,

vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano,

 

23  e vos renoveis no espírito do vosso entendimento

 

24 e vos revistais do novo homem,

criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.

 

 

Colossenses 3 : 12 – 14

12  Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados,

de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.

 

13  Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem.

Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

 

14  acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

 

 

Foram muitos os troncos de raças que surgiram no centro de todas elas, ao longo da evolução do homem.

Cabe-nos estudar e meditar nesses fenômenos de transformação de todas as coisas.

Se o ambiente não se encontrar propício para descoberta e revelações, silenciemos e aguardemos, estudando um pouco mais,

porque cada um é responsável por sua própria paz espiritual, e Deus por nós.

 

Romanos 2: 6 – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento:

 

Romanos 14: 12 – Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.

 

 

Se encontramos nos troncos de raças, pontes elevadas para as transformações dos corpos físicos, como bênçãos da vida,

encontramos em Jesus a luz de Deus,

para as transformações morais, educação a aprimoramento para os Espíritos, de sorte a ficarmos mais leves e mais brandos em todas as jornadas de nossa vida.

 

O exemplo de Jesus é, para nós, ponto alto na esfera do amor.

 

Vejamos o que Ele diz, anotado por Mateus, no capítulo onze, versículo trinta ;

Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

 

Quem acompanhar e viver os ensinamentos do Mestre, aliviará o fardo e suavizará o jugo (autoridade, domínio),

passando a viver no mundo mental com a consciência imperturbável, em todas as lutas que nos compete empreender, para despertar.

 

Tiago 1 : 22 – 25

22 Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.

 

23 Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante,

assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural;

24 pois a si mesmo se contempla, e se retira, e para logo se esquece de como era a sua aparência.

 

25 Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera,

não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar.

 

 

Hoje, as raças estão se encontrando e produzindo tipos novos entre elas ,

para cada vez mais, ser proporcionado aos Espíritos mais evoluídos, que hão de habitar a Terra,

condições mais suaves de terem como instrumento de evolução, corpos mais sutis e adequados.

 

Antes de procurarmos identificar os troncos de raças que marcaram época na Terra,

procuremos o tronco do sistema moral de toda a raça humana,

que é Jesus Cristo,

 

para que o sol da vida, que vem de Deus, se acenda em nós,

e dentro dele, o Cristo, nosso guia espiritual.

 

Mateus 23 : 10 – Nem sereis chamados guias,

porque um só é vosso Guia, o Cristo.